Naomi Campbell comparece a tribunal em Manhattan

Em silêncio e usando um vestido preto bem justo, Naomi Campbell apareceu nesta terça em uma sala de audiências de Manhattan para responder acusações de ter golpeado uma de suas empregadas com um telefone celular.Os policiais disseram que seria possível a realização de um acordo no caso da celebra modelo. A verdadeira ação ocorreu fora dos tribunais, onde cerca de 50 fotógragos e cinegrafistas esperavam a super top para registrar seu comparecimento diante da juíza Evelyn Laporte.Naomi, sua pequena comitiva e seu advogado David Breitbart permaneceram entrincheirados dentro do tribunal durante uns cinco minutos, até que um automóvel chegou e os levou para longe da imprensa.A promotora Shanda Strain disse para a juíza que nenhum jurado investigador havia se encarregado do caso. A defesa aceitou um recesso para um possível acordo de culpa e Laporte ordenou a todos que voltem ao tribunal em 27 de setembro.Naomi, de 36 anos, não falou durante a breve audiência. Em 31 de março ela foi presa por ter supostamente jogado um telefone celular em uma de suas empregadas ao notar que uma de suas calças havia desaparecido.A modelo disse que as alegações são "totalmente falsas". Mas sua empregada, Ana Scolavino, foi atendida no Hospital Lenox Hill com uma lesão na cabeça após o incidente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.