Não há motivo para desânimo

Netuno retoma progradação, Vênus que retrograda ingressa em Libra; a Lua é Nova em Sagitário.

Quiroga, O Estado de S.Paulo

07 de novembro de 2010 | 00h00

A natureza divina que nos sustenta e causa tudo que expressamos nunca nos abandona, especialmente naqueles momentos em que tudo contraria a manifestação das virtudes essenciais. Nós existimos na época mais adversa à expressão do espírito, é muito mais o que dificulta do que facilita que reconheçamos e pratiquemos a espiritualidade. É por isso mesmo que a porta de acesso ao mundo espiritual está mais aberta do que nunca e o próprio Altíssimo, de puro amoroso que é, nos estende a mão para que não nos percamos na treva. Não há verdadeiro motivo de desânimo, nesta prisão de segurança máxima que chamamos planeta Terra o crime parece vencer e a virtude ser derrotada, mas nos bastidores a história é outra; o espírito eficiente redime silenciosamente a treva.

ÁRIES 21-3 a 20-4

Novos horizontes se abriram e agora não há mais como fingir que nada aconteceu. Melhor assim, já que de outra forma o suspense continuaria e você, certamente, não saberia como lidar com ele. Agora, seguir em frente!

TOURO 21-4 a 20-5

O clima de incerteza tornou-se presente e sua alma não sabe muito bem como lidar com ele. Uma coisa é certa, enquanto esse clima durar, você não precisa precipitar-se na direção de nenhuma decisão. Deixe o tempo passar.

GÊMEOS 21-5 a 20-6

A inconstância de certas pessoas pode ser útil para você se espelhar nelas e perceber quanto a sua própria inconstância já foi incômoda para pessoas que se relacionaram com você no passado. Eis o eterno retorno.

CÂNCER 21-6 a 21-7

Inúmeras tarefas se apresentam no momento em que sua alma deseja descansar. Reagir com mau humor é a pior atitude possível. Pense que talvez haja algo

interessante por trás da aparência incômoda das tarefas.

LEÃO 22-7 a 22-8

Satisfazer desejos é o jogo do "quero mais", dificilmente se conquista a satisfação plena. Cada satisfação se transforma imediatamente no desejo que ainda não foi satisfeito. E sua alma presa na roda sem fim.

VIRGEM 23-8 a 22-9

Os tumultos que acontecem no sacrossanto lugar de descanso podem, se bem encarados, tornar-se motivo de alguns ajustes e compensações. Porém, para isso será necessário ir além da natural reação de mau humor.

LIBRA 23-9 a 22-10

Melhor não se envolver em discussões por um bom tempo, porque as coisas podem se descontrolar e as pessoas vão falar o que depois se tornará objeto de arrependimento. Porém, você sabe, não se chora sobre leite derramado.

ESCORPIÃO 23-10 a 21-11

Possibilidades são apenas isso, possibilidades. Para que essas deixem o terreno da teoria e se transformem em verdadeiras oportunidades de realização, você deve se esforçar cotidianamente nesse sentido.

SAGITÁRIO 22-11 a 21-12

O excesso de possibilidades pode ser tão pernicioso quanto a falta dessas. Porém, a primeira resposta seria esta: melhor muito do que pouco! Na verdade, essa é uma ideia leviana, a dispersão atrapalha bastante.

CAPRICÓRNIO 22-12 a 20-1

Guarde em silêncio suas agudas observações a respeito das pessoas e acontecimentos, neste momento ninguém poderia compreendê-las e acabariam lhe causando problemas. Você poderá fazer uso delas no futuro.

AQUÁRIO 21-1 a 19-2

A companhia das pessoas pode tornar-se dispersiva neste momento, mas considere que talvez não seja possível fazer com que simplesmente elas não se aproximem. Por isso, o melhor a fazer é tolerar o barulho.

PEIXES 20-2 a 20-3

Muitas coisas poderão ser feitas a partir de agora, tantas que provavelmente seu maior problema consistirá em reconhecer as verdadeiramente valiosas e separá-las daquelas que só brilham, mas sem conteúdo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.