Namorado de Kate Moss é libertado

O cantor Pete Doherty, namorado da modelo Kate Moss, foi libertado hoje após ter ser sido preso neste sábado em uma operação antidrogas após um show de sua banda, Babyshambles, em Shrewsbury (região central da Inglaterra). Doherty, de 25 anos, garantiu que era inocente e que a detenção - que provocou o cancelamento do show que seu grupo tinha programado esta noite em Norwich - foi um erro.O cantor, que no passado admitiu abertamente ter consumido cocaína e heroína, foi detido ao final de várias operações feitas no Shrewsbury Music Hall e em dois ônibus utilizados pelo vocalista em sua viagem pelo Reino Unido. "Quando revistaram os ônibus, (os agentes) esperavam encontrar drogas por toda a parte, mas não foi assim", explicou o cantor, quem assegurou ter deixado de se drogar.Apesar de ter passado o dia atrás das grades, Doherty parecia animado e, assim que saiu da delegacia na qual esteve recluso, pediu um cigarro a vários jornalistas e foi a um "pub" para beber cerveja.Anteriormente, a Polícia, que utilizou cães adestrados durante a operação, tinha informado da detenção de um homem - supostamente Doherty - e de uma mulher por posse de drogas pesadas, ao mesmo tempo em que os agentes detiveram outras 17 pessoas. A mulher, cuja identidade não foi divulgada, foi libertada em seguida, uma vez que um porta-voz da polícia disse que durante a operação foram apreendidos "vários objetos" que serão analisados, assim como a "quantidade" da droga.Doherty ficou especialmente famoso por sua relação sentimental com Kate Moss, que foi recentemente objeto de um escândalo depois de um jornal ter publicado fotos em que a modelo aparece cheirando cocaína junto com seu namorado e amigos. Após a publicação das fotos, a própria modelo pediu desculpas, assumiu a " total responsabilidade " por suas ações e disse que tinha dado os passos necessários para solucionar o problema.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.