Naipaul recebe o Nobel na segunda-feira

O mais recente livro do autor que, na segunda-feira, recebe da academia sueca o Prêmio Nobel de Literatura, anunciado em outubro, Vidiadhar Surajprasad Naipaul ou. V.S. Naipaul foi comprado pela Companhia das Letras. Half a Life, ainda sem título em português, deve ser lançado no ano que vem, engordando o catálogo de obras do autor disponíveis no Brasil. Os direitos de publicação de mais dois outros livros de Naipaul também foram comprados pela Companhia: A Bend in the River e The Mystic Masseur.Mas, enquanto os novos Naipauls não vêm, uma pequena coleção de cinco obras suas foi relançada pela editora, com novo projeto gráfico. Assim, estão disponíveis no mercado novas edições de Os Mímicos (319 págs., R$ 30,00), Entre os Fiéis (544 págs., R$ 42,50), Além da Fé (551 págs., R$ 42 50), Uma Casa para o Sr. Biswas (523 págs., R$ 40,00) e O Enigma da Chegada (338 págs., R$ 33,50).Como no caso dos títulos do português José Saramago, ganhador do Nobel de 1998 e autor de O Evangelho Segundo Jesus Cristo e A Caverna, entre outros, o nome do autor recebeu um destaque especial - e um selo informa os possíveis compradores de que o autor foi laureado com o mais importante prêmio literário do planeta. A grande maioria dos títulos de Saramago também é publicada pela Companhia das Letras.Entre os Fiéis e Além da Fé são relatos de viagens feitas por Naipaul pelo mundo islâmico. Depois dos atentados de 11 de setembro, tornaram-se especialmente atuais. Não se sabe exatamente quando foi decidida a escolha do nome de Naipaul, mas é bastante possível que ela tenha ocorrido depois dos atentados - embora o autor freqüentasse as listas de candidatos ao Nobel há muitos e muitos anos.O Enigma da Chegada tem como protagonista um famoso escritor caribenho de origem indiana que vive na Inglaterra. Não é preciso dizer que personagem e autor guardam muitas semelhanças. Algo semelhante ocorre em Os Mímicos, cuja trama se dá em torno de um ex-ministro de uma ilha fictícia do Caribe, exilado num subúrbio de Londres.Uma Casa para o Sr. Biswas é um dos mais imporantes livros da trajetória de Naipaul. Publicado originalmente em 1961 seu enredo se passa em Trinidad. E o sr. Biswas, recriação ficcional do pai do autor, está em busca de uma casa própria, ou talvez, de identidade própria, num mundo distante.Índia (408 págs., R$ 41), Guerrilheiros (232 págs., R$ 26,50) e Um Caminho no Mundo (336 págs., R$ 32,00) ainda não ganharam roupa nova, mas continuam disponíveis nas livrarias do País. Assim que esgotarem, devem ser reeditados, seguindo o novo projeto gráfico.Half a Life, o novo romance de Naipaul, é, segundo Michiko Kakutani, do jornal norte-americano The New York Times, "um desses raros livros que figuram como uma pequena obra-prima por mérito próprio e como uma síntese potente de toda a obra do autor até o presente". Ainda segundo Michiko, trata-se de "um livro que recapitula todos os seus temas de exílio, confusão pós-colonial, angústia do Terceiro Mundo, amor filial e rebelião".The Mystic Masseur, de 1957, é o primeiro livro publicado de V.S. Naipaul (embora seja o segundo por ele escrito: o primeiro, Miguel Street, só foi lançado em 1959). A história se passa na terra natal de Naipaul, Trinidad, em meio à comunidade de imigrantes indianos. Trata-se, portanto, de um dos primeiros mergulhos literários do escritor no tema que marcaria sua trajetória: o do colonialismo, sentido na pele pelo protagonista, o professor desempregado Ganesh Ramsumair. Afinal, só o imperialismo britânico explica a presença de indianos nas Américas. Em breve, uma versão cinematográfica do livro, concluída em agosto (antes, portanto, da premiação de Naipaul), chegará às telas, dirigida por Ismail Merchant.A Bend in the River narra a história de Salim, um mercador indiano que, tendo passado sua infância e adolescência na Costa Leste da África, torna-se um gerente de uma loja numa distante vila colonial. A história mostra a África deixar de seu um continente colonial para se transformar num continente do caos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.