Nada zen, kid bate e arrebenta

Desafio do diretor Harald Zwart foi o de reinventar a cultuada obra

Luiz Carlos Merten, O Estado de S.Paulo

27 de agosto de 2010 | 00h00

 

Um duro aprendizado. Jaden Smith              

 

 

 

 

Entrevistado no México, Jackie Chan contou ao Estado como foi convidado para o novo arate Kid. "O telefone tocou e era Will Smith, dizendo que gostaria de me ter no filme. Perguntei quem seria Mr. Miyagi. Ele respondeu - "Você!" Só então caiu a ficha. Não tenho mais idade para fazer o discípulo." Karate Kid foi formatado por Will Smith e Jada Pinkett Smith como veículo para o filho deles, Jaden, de 12 anos. O filme estreia hoje no Brasil, depois de estourar nos EUA.

Falando por telefone, de Los Angeles, o diretor Harald Zwart conta como foi refilmar a obra cultuada de John G. Avildsen com Ralph Macchio e Pat Morita. Ele conhecia o original, claro. "Não seria deste mundo, se não. Assisti ao filme várias vezes quando garoto, na Holanda. Simplesmente refazê-lo seria um erro. O desafio que Will e Jada me propuseram foi reinventar o Karate Kid."

Ele admite que dá novo sentido ao personagem do Sr. Miyagi. "Queria aproveitar o potencial dramático de Jackie Chan. O papel foi o teste dele para ser Robert De Niro." Apesar do título, as artes marciais substituem o caratê. "Jaden tenta aprender caratê vendo o filme na TV, era o nosso álibi. A ideia sempre foi filmar na China, que é um mundo novo." Uma mudança importante é que o Sr. Miyagi vivia falando para seu discípulo do caratê como método pacífico e combate interior, mas o público só esperava para ver Ralph Macchio arrebentar os adversários. Zwart vai direto ao ponto.

"O estilo de Jackie nunca se baseou em pérolas de sabedoria oriental. Ele sempre partiu diretamente para o pau. Esse teria de ser um dos paradigmas da história." O cineasta não teve a tentação de mostrar os dois treinadores se enfrentando? "Filmamos e é uma cena espetacular, mas não se integrava na história. Vai ser um dos extras do DVD, espero."

KARATE KID

Nome original: The Karate Kid. Direção: Harald Zwart. Gênero: Ação (EUA/2010, 140 minutos). Censura: 10 anos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.