Na mesma praça. Com Lenine

Cantor faz show amanhã, de graça, no Shopping Anália Franco

Cinthia Gomes e Regis Salvarani, O Estado de S.Paulo

24 Julho 2010 | 00h00

A tradição do projeto Grandes Encontros, realizado pela Rádio Eldorado, é reunir no palco do Shopping Anália Franco artistas de bossas diferentes para uma apresentação única. Mas, nesse domingo, a partir das 12h30, a prática vai ser interrompida por Lenine. "Meu encontro vai ser com o público. Estamos nos preparando para quebrar tudo", avisa. E esclarece: "Evidentemente, isso é uma metáfora."

O cantor e compositor pernambucano mostra as canções do mais recente CD, Labiata (2008). O título, inspirado em temas da natureza, refere-se ao nome de uma espécie de orquídea, a Cattleya Labiata. "As orquídeas são uma paixão mais recente, porém mais arrebatadora do que todas", diz. Além das canções novas, Lenine garante seus sucessos no repertório.

Como compositor, Lenine foi gravado por artistas que vão de Maria Bethânia a O Rappa. Como produtor, fez discos para Maria Rita, Pedro Luis e a Parede e Chico César. Na direção musical, assinou a série de TV Caramuru - A Invenção do Brasil e a peça Cambaio. Mas foi compondo a trilha para o espetáculo de dança Breu, do Grupo Corpo, que teve uma das experiências mais impactantes. "A primeira vez que vi minha música ser interpretada com os corpos, vi uma trimensionalidade, uma materialização do som que jamais imaginei que pudesse existir."

Só em 2010, Lenine já apareceu cantando com Teresa Cristina, é convidado no novo DVD de Elba Ramalho e se tornará "parceiro" de Mário Lago (1911-2002), musicando um de seus poemas para o disco que celebra os 100 anos do autor de Ai, que Saudades da Amélia. Lenine é também figura constante nas trilhas de novelas. Sob encomenda, compôs e gravou o tema de abertura de Passione. A Eldorado FM (92,9) transmite amanhã, a partir das 12h30, o show do projeto Grandes Encontros, direto da Praça de Eventos do Shopping Anália Franco (Av. Regente Feijó, 1.739. Tatuapé). A entrada é franca, mas todos são convidados a levar um ou mais quilos de alimento não perecível.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.