Na intimidade de Hemingway

Vai levar cerca de 15 anos para que a Cambridge University Press dê conta de publicar toda a correspondência de Ernest Hemingway (1899-1961; foto) que a Pennsylvania State University vem descobrindo e organizando desde 2002. É um trabalho e tanto e serão necessários 18 volumes para abrigar as mais de 6 mil cartas, postais, telegramas e rascunhos (que ele guardava em envelopes com a observação "não enviada"). Na trilha dessas edições estará a Martins Martins Fontes, que acaba de adquirir os direitos de publicação do primeiro livro, editado por Sandra Spanier e Robert W. Trogdon, que saiu em 2011 e traz a correspondência do período de 1907 a 1922. O lançamento no Brasil será em 2013.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.