Na Estante da Semana, histórias para quem quer conhecer o jornalismo político

O JORNALISMO POLÍTICO, DESDE OS DISTANTES ANOS 50.Um livro com a marca da experiência de Franklin Martins, comentarista político da TV Globo, da Globo News e da CBN. Nele, Jornalismo Político (144 págs., R$ 29,00), que acaba de ser lançado pela Editora Contexto, estão dezenas de histórias (algumas antigas) sobre como é o dia-a-dia de um jornalista da área e também sobre a relação entre a imprensa e o poder em Brasília. Um livro que o autor dedica, na apresentação, "aos jovens repórteres e estudantes de comunicação que se interessam pela cobertura política e pensam em atuar nela um dia". Um livro escrito, segundo o autor, principalmente, para os jovens repórteres e estudante de comunicação que, de uma maneira ou de outra, se interessam pela cobertura política e, pensam em atuar nela um dia.O jornalismo político no Brasil passou por grandes mudanças nas últimas décadas, de acordo com Franklin Martins. A mais importante delas é que, hoje em dia, a maior preocupação da cobertura é informar o leitor, e não convencê-lo a adotar determinadas idéias.UM POUCO DA HISTÓRIA DA PARAÍBA. EM ANOS AGITADOS.Uma historiadora da Paraíba de nome marcante: Martha Maria Falcão de Carvalho e Morais Santana. Em seu livro, Poder e Intervenção Estatal (Editora UFPB, 277 páginas, R$ 20,00), ela discorre, em estilo leve e fluente, sobre os acontecimentos decisivos na vida econômica, social e política do Estado nos longínquos anos 30 e 40. O livro, que nasceu de sua tese de doutorado em História, defendida na Universidade Federal de Pernambuco, registra o caos social e os índices de pobreza e miséria da população paraibana não apenas no período estudado, mas também dos anos 20. Descreve um verdadeiro caos. Eram assombrosas, segundo ela, as cifras da mortalidade infantil na Capital - que ainda não se chamava João Pessoa e, sim, Paraíba -, principalmente devido às deficiências na alimentação das crianças.Poder e Intervenção Estatal é o segundo livro de Martha Maria, professora adjunta do Departamento de História da UFPB. O primeiro, Nordeste, Açúcar e Poder, em que ela estuda a oligarquia açucareira da Paraíba, foi publicado em 1990. Era sua tese de mestrado.UMA RADIOGRAFIA DE PROJETOS SOCIAIS. E ALGUNS EXEMPLOS.Um livro que analisa algumas importantes conquistas no campo da gestão empresarial e social. Em Gestão-Cidadã - Ações estratégicas para a participação social no Brasil, de Luiz Fernando da Silva Pinto (436 págs., R$ 49,00), da FGV Editora, estão questões como a participação do governo e de empresas como a Petrobrás, O Boticário, Banco Itaú, Furnas, Belgo Mineira, Copel e o Pão de Açúcar e também de setores da sociedade em projetos que visam a melhoria da qualidade de vida no Brasil. O autor, considerado um especialista no assunto, examina inúmeras experiências de empreendimentos sociais de organizações nos segmentos de assistência social, balanço social, ética e responsabilidade. Estão no livro, questões como a participação do governo, do empresariado, da sociedade organizada e do voluntariado em muitos projetos.UM NOVO BEST-SELLER DO AMERICANO DAVID BALDACCIUm autor de freqüentes best-sellers internacionais, como Poder Absoluto, A Vencedora e Controle Total, está de volta às livrarias brasileiras. Agora, o romancista norte-americano David Baldacci veio com O Poço dos Desejos. O livro (Rocco, 328 páginas, R$ 36,00) conta a história de Louisa Mae Cardinal, que mora na agitada Nova York de 1940 com o pai, o aclamado escritor Jack Cardinal, a mãe Amanda e o irmão caçula, Oz, de sete anos. Seu pai é seu ídolo e o ato de contar histórias a apaixona. Uma tragédia, porém, muda o destino da menina de apenas doze anos. Ao voltar de um passeio, a família sofre um acidente de carro. Jack Cardinal morre e sua esposa sofre traumatismo craniano. Com a mãe entre a vida e a morte, só resta às crianças uma alternativa: viver na região montanhosa do Estado da Virgínia com a bisavó, a extraordinária Louisa Mae, xará da bisneta, que assume a responsabilidade de cuidar dos três. A obra é um thriller de suspense, característico dos livros de Baldacci, combinado com elementos de encantamento e descobertas infantis. Além disso, o autor faz uma homenagem à terra onde nasceu.O EMPREGO, UM PRESENTE DE AMIGOS? SIM, DE AMIGOS.Um best-seller europeu que ensina os melhores caminhos para quem está à procura de uma boa colocação no mercado de trabalho. Nele, uma informação surpreendente: a grande maioria dos empregos - cerca de 85% -, segundo a Stuart Spencer, uma das maiores empresas de recrutamento de executivos dos Estados Unidos, nasce da indicação de colegas, conhecidos, amigos, parentes. Apenas 15% vêm de recrutamentos e entrevistas. O autor de Ganhando o Jogo (136 págs., R$ 34,00), que acaba de ser lançado pela Editora Fundamento, é Pierre Mornell, um psiquiatra especializado em consultoria de empresas.O livro mostra, por exemplo, que a fila do desemprego no Brasil soma 2,3 milhões de pessoas, isso sem contar os insatisfeitos com suas colocações. Para ajudar quem busca simplesmente um emprego, ou uma ascensão profissional, estão espalhados pelo livro 16 quadros que resumem diferentes tipos de personalidades que servem para ajudá-lo a relacionar seu tipo à situação do emprego em potencial.UMA ANTOLOGIA DE HERÁCLITO, EM TRADUÇÃO ELOGIADA.Os escritos de Heráclito de Éfeso, considerado um dos pensadores mais brilhantes da Antiguidade, agora reunidos. Coube ao professor Alexandre Costa, depois de um demorado trabalho de pesquisa, a organização de Heráclito - Fragmentos Contextualizados. Por que contextualizados? É que, pela primeira vez em língua portuguesa, os escritos são apresentados nos seus respectivos contextos, ou seja, com explicações sobre como e por que foram escritos. A outra edição conhecida dos fragmentos está em sueco. Ao professor Alexandre Costa, da Universidade Federal Fluminense (agora na Universidade de Osnabruck, na Alemanha, preparando sua tese de doutorado), coube também a tradução dos textos reunidos em Heráclito - Fragmentos Contextualizados (Difel, 288 páginas, R$ 30,00).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.