Na Croisette

Depois da homenagem a Stanley Kubrick, Cannes Classics resgatou um grande filme de Elio Petri, O Assassino, com Marcello Mastroianni. O problema do Classics é que esses grandes filmes restaurados não costumam voltar aos cinemas. O Assassino seria uma descoberta para muita gente.

Luiz Carlos Merten, O Estado de S.Paulo

21 de maio de 2011 | 00h00

Causou sensação o filme de Jafar Panahi (e Mojtaba Mirtahmasb) exibido na quinta. Feito na clandestinidade, registra um dia na vida do autor, privado dos seus direitos de cineasta e confinado em prisão domiciliar. Como no célebre quadro de Magritte, Ceci n"Est Pas Une Pipe, que mostra um homem e seu cachimbo, Ceci n"Est Pas Un Film mostra que o cineasta resiste e continua a filmar.

Qual a mais bela do festival? Para a imprensa de moda, a ex-top Milla Jovovich foi a número 1 no tapete vermelho com seu arrasador modelo Prada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.