Músico foi um dos parceiros de Björk

Além de ter sucesso com seus devaneios tropicais, El Guincho foi um dos produtores do mais recente disco de Björk, Biophilia. "Foi uma experiência incrível", conta. "Aprendi muito. A forma com que ela molda o trabalho de todos os colaboradores é incomum. Os beats que eu fiz foram misturados aos beats de outros produtores. A sensação era de que fazíamos um trabalho em progresso, que ficaria pronto, mas nunca seria terminado", conta. A produção de Biophilia, disco que Björk apresentará no Brasil em maio, no festival Sónar, foi feita em Nova York, no estúdio da cantora, no Brooklyn. "Ficávamos lá o dia inteiro. Foi o maior projeto de qual já participei. Mas ao mesmo tempo foi o mais aberto, o mais livre e o menos exigente. Já trabalhei com bandas menores que são mais exigentes e mais conservadoras do que Björk", conta Pablo. / R.N.

O Estado de S.Paulo

17 Fevereiro 2012 | 03h09

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.