Charles Sykes/AP - Arquivo
Charles Sykes/AP - Arquivo

Musical 'Spider-Man' estreia com problemas na Broadway

Musical, o mais caro já produzido na Broadway, custou US$ 65 milhões

EFE

29 de novembro de 2010 | 19h35

O esperado musical Spider-Man, o mais caro já produzido na Broadway, teve problemas técnicos em sua pré-estréia neste domingo, segundo o jornal New York Post. A obra, cuja estréia foi adiada inúmeras vezes por razões econômicas e mudanças no elenco, foi mostrada pela primeira vez na meca do teatro nova-iorquino com grande expectativa, para 1800 pessoas em Manhattan.

Segundo o jornal de Nova York, a primeira apresentação do musical cuja trilha sonora foi assinada por Bono Vox e The Edge, do U2, foi marcada por problemas técnicos que fizeram, por exemplo, com que o primeiro ato fosse interrompido quatro vezes.

A dificuldade dos números acrobáticos, que permitem aos atores voar sob o público, foram mais graves neste primeiro teste ao vivo, segundo detalha o jornal. Em algumas ocasiões os atores continuaram suspensos quando deviam ter voltado ao chão. Além disso, cabos de desprenderam do teto e caíram direto na plateia.

De qualquer forma, o público recebeu com euforia o começo das aventuras do herói da Marvel na Broadway, obra com custo estimado em mais de US$ 65 milhões.

O papel do protagonista Peter Parker ficou com o ator e cantor Reeve Carney, enquanto Jennifer Damiano e Patrick Page interpretam Mary Jane Watson, a noiva do alter ego do Homem Aranha e seu pior inimigo, o Duende Verde. Inicialmente, Evan Rachel Wood e Alan Cumming fariam os dois papeis.

Depois das mudanças de elenco e da problemática apresentação, a versão musical da história do Homem Aranha, escrita por Julie Taymor, continua com estreia marcada para 11 de janeiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.