Musical "Orlando Silva" estréia em São Paulo

Depois de temporada no Rio de Janeiro, o musical Orlando Silva, o Cantor das Multidões estréia em São Paulo, no Teatro Sesc Vila Mariana. Protagonizado e produzido pelo ator Tuca Andrada, o musical mostra o repertório e a vida do cantor carioca Orlando Silva (1915-1978). "Eu sabia pouco sobre Orlando Silva, que foi um ídolo das massas e quebrou todos os recordes de vendagem de discos. Mas ele não foi apenas um grande cantor. Foi um inovador de linguagem - entre outras coisas, brincava com os tempos, com a divisão da letra, tanto que, quando cantava com orquestra, os maestros pediam aos músicos para seguir a partitura e não o intérprete, porque ele não cantava quadradinho", diz Andrada.Um grupo de atores ensaia um musical sobre Orlando Silva. Eles ainda têm tempo para errar, fazer modificações, discutir quais informações são essenciais. Com esse truque de metalinguagem - o teatro dentro do teatro - os autores escapam da tradicional forma espetacular dos musicais, fazendo do espectador um parceiro na aventura de redescobrir a história de Orlando Silva. "Há um momento, por exemplo, em que eu canto Lábios Que Beijei como se fosse a primeira música interpretada por Orlando Silva no rádio, mas logo sou corrigido pelo diretor", diz Andrada. Antonio De Bonis e Fátima Valença são os autores do texto, baseado em biografia escrita por Jonas Vieira. No elenco ainda, Inez Viana (que recentemente interpretou Elis Regina num outro musical sobre a cantora), Marcello Caridade e Marcelo Vianna. Inez interpreta várias mulheres, entre elas a cantora e atriz Zezé Fonseca, com quem o cantor manteve tumultuada relação. No espetáculo, os músicos Marcelo Neves, Emílio Mendonça, Renato Consorte e Ulisses Rocha acompanham Andrada, que interpreta 16 sucessos de Orlando Silva, entre eles Rosa, Nada Além e Sertaneja.Orlando Silva - O Cantor das Multidões - Sesc Vila Mariana - Teatro. Rua Pelotas, 141, 5080-3000. Sexta, às 21 horas; sábado às 18 horas e 21 horas; domingo, às 18 horas. R$ 30. Até 19/12

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.