Musical e drama dominam cerimônia do Tony Awards

O musical Memphis e o drama Red foram os grandes vencedores do Tony Awards. O prêmio, criado em 1947 é considerado o mais importante do teatro americano, e a cerimônia de entrega da 64.ª edição ocorreu domingo no Radio City Music Hall, em Nova York. Red ganhou nas categorias melhor diretor de peça (Michael Grandage), ator coadjuvante (Eddie Redmayne, no papel do pintor Mark Rothko), design de iluminação, design de som, e design cênico. Já Memphis levou as estatuetas por orquestração, trilha original e melhor libreto de um musical, batendo Fela!, que, ao lado de Gaiola das Loucas, era o título com maior número de indicações. Denzel Washington (foto) ganhou seu primeiro Tony, o de melhor ator, por sua interpretação em Fences, com o qual estreou na Broadway e dividiu o palco com Viola Davis, eleita melhor atriz. Scarlett Johansson venceu na categoria atriz coadjuvante, por seu papel em A View From the Bridge, de Arthur Miller. Catherine Zeta-Jones foi escolhida melhor atriz em musical, por A Little Night Music. /

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.