Musical 'Branca de Neve' tem efeitos especiais e 3D

Só neste ano, a história de Branca de Neve foi adaptada duas vezes para o cinema. Em ambas versões, elementos tradicionais do conto dos irmãos Grimm foram completamente alterados, a ponto de as crianças não reconhecerem o clássico. No sábado e domingo, o palco do Credicard Hall receberá o musical "Branca de Neve e Os Sete Anões", apresentando a história original, da forma como as crianças (e também os adultos) sempre a conheceram. "Não queremos que seu filho ou filha não reconheça a história no palco", afirma o produtor italiano Billy Bond, que mora há 30 anos no Brasil e é responsável pela adaptação do musical.

AE, Agência Estado

26 de junho de 2012 | 11h02

Apesar de se fixar no enredo clássico, o espetáculo não abrirá mão da tecnologia. Efeitos especiais, gelo seco, telões em 3D, explosões, aromas, chuva e neve artificiais serão usados para transportar a plateia para o universo mágico dos contos de fadas. "Não é preciso muita coisa para captar a imaginação das crianças. Com esses efeitos, queremos conquistar também os adultos." Toda essa infraestrutura conta ainda com o reforço de mais de 50 profissionais, 180 figurinos, 35 trocas de cenários e 18 toneladas de equipamentos.

O enredo já é conhecido. Uma rainha machuca o dedo e três gotas de sangue pingam na neve, fazendo-a pensar que, quando tivesse uma filha, ela seria "alva como a neve, rubra como o sangue e negra como o ébano da janela". A filha nasce com a exata descrição, mas a mãe morre no parto. O rei, então, casa-se novamente, mas com uma mulher muito má e dona de um espelho da verdade. Quando o espelho diz a ela que não é a mais bela e, sim, Branca de Neve, a Rainha Má ordena que a jovem seja morta.

No palco, Branca de Neve, a Bruxa Má, o Príncipe, o Rei e os sete anões vão atuar, cantar e dançar. "Nas transições de um cenário para o outro, exibiremos, no telão, vídeos em 3D produzidos especialmente para a peça. E, durante as encenações, efeitos especiais como explosões, ventanias, chuva e neve vão tomar conta do teatro", explica Bond. "Vocês já viram nevar em São Paulo? Pois no sábado e no domingo vai nevar", completa. Esses elementos sensoriais, lembra o produtor, são chamados de 4D, por despertar outros sentidos no espectador além da visão e da audição.

A organização espera receber cerca de 10 mil pessoas, somando os três espetáculos que serão realizados no final de semana. "É um público que demoraríamos meses para atingir se ocupássemos um local menor", justifica o produtor. No sábado, haverá duas apresentações, às 16h e às 19h, e, no domingo, somente às 16h. Cada sessão terá lotação máxima de 3,8 mil lugares. As informações são do Jornal da Tarde.

BRANCA DE NEVE E OS SETE ANÕES

Sábado, às 16h e às 19h, e domingo, às 16h. Credicard Hall (Av. das Nações Unidas, 17.955, Santo Amaro). De R$ 40 a R$ 200. Duração: 1h40. Tel. (011) 2846-6166. www.t4f.com.br.

Tudo o que sabemos sobre:
teatroBranca de neve

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.