Musical 'A Pequena Sereia' naufraga na Broadway

Adaptação do filme de 1989 substitui o bem-sucedido espetáculo "A Bela e a Fera", que ficou 13 anos em cartaz

MICHELLE NICHOLS, REUTERS

11 de janeiro de 2008 | 20h06

A crítica foi inclemente nasexta-feira com a adaptação do filme da Disney "A PequenaSereia" para os palcos da Broadway, que estreou na véspera. "A Pequena Sereia" --adaptação do filme de 1989, por suavez inspirado no conto de Hans Christian Andersen, de 1836--substitui o bem-sucedido espetáculo "A Bela e a Fera", cujatemporada de 13 anos terminou em julho. O musical compete comdois outros sucessos da Disney, "Rei Leão" e "Mary Poppins". Segundo críticos, a montagem de 15 milhões de dólares daBroadway, sobre a sereiazinha que deseja viver entre oshumanos, pode ter o mesmo destino de "Tarzan", que saiu decartaz em julho, após apenas 14 meses, devido ao fracasso depúblico e crítica. "Tristemente, depois do fim da mancha verde e sem graça queera 'Tarzan', 'A Pequena Sereia' sugere que na Broadway o toquemágico da Disney ficou adormecido", escreveu Ben Brantley noNew York Times. Houve comentários favoráveis ao elenco, mas não ao cenárioe ao figurino. "Por baixo de toda esta ornamentação barrocahavia um minúsculo musical lutando pela vida", escreveu CliveBarnes, no New York Post. "[O cenário era] plástico, plásticoem todo lugar, o suficiente para lhe levar a beber." "A produção é corrida, mas não excitante; mecânica, nãomágica", disse Joe Dziemianowicz, do New York Daily News.

Tudo o que sabemos sobre:
SEREIANAUFRAGA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.