Museus do Rio serão monitorados por câmeras

O governo federal vai instalar câmeras de segurança nos museus do Rio que serão integradas ao sistema de monitoramento da cidade montado para o PAN-2007. O acordo foi firmado ontem em encontro entre o secretário de Segurança Pública, Marcelo Itagiba, e o diretor do Departamento de Museus do Ministério da Cultura, José do Nascimento. Na reunião também ficou acertado uma ronda especial da Polícia Militar nos museus federais.A medida foi tomada depois que quatro homens armados terem roubado na sexta-feira antes do carnaval, quatro telas de grandes mestres da pintura do Museu Chácara do Céu, em Santa Tereza, no Rio de Janeiro. Os ladrões levaram o quadro A Dança, de Pablo Picasso, O Jardim de Luxemburgo, de Henri Matisse, Os Dois Balcões, de Salvador Dalí, e Marinha, de Claude Monet. No total, elas são avaliadas em US$ 50 milhões. A Polícia Federal (PF) localizou nesta quinta-feira pedaços da moldura do quadro A Dança, de Pablo Picasso, roubado do Museu Chácara do Céu, em Santa Teresa, centro. Os fragmentos estavam nos restos de uma fogueira, no Morro dos Prazeres, no mesmo bairro. Também hoje, o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) foi informado de que o quadro O Jardim de Luxemburgo, de Henri Matisse, roubado no mesmo assalto, foi oferecido em um site de leilões virtuais da Bielo-Rússia, o que levou a PF a acionar a Interpol. O lance mínimo seria de US$ 13 milhões.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.