Museu Rodin da Bahia tem projeto aprovado

Em visita a Salvador esta semana, odiretor do Museu Rodin de Paris, Jacques Vilain, aprovou oprojeto arquitetônico de um Museu Rodin na cidade, que seráconstruído até maio do ano que vem. Vilain reuniu-se comarquitetos e autoridades da Bahia - entre eles o secretário deCultura do Estado, Paulo Gaudenzi - na terça e quarta-feira.Voltou a Paris na quinta.O desenho, do Escritório Brasil de Arquitetura (SP), foiconsiderado "ousado" por Vilain, que acrescentou: "Esseprojeto poderia estar em qualquer cidade européia."O edifício Rodin Bahia terá 1,4 mil metros quadrados eum custo estimado de US$ 4,5 milhões. Tem um desenho moderno,dividindo espaço com uma construção histórica de Salvador, oPalacete Comendador Bernardo Catharino, um solar de dois andaresdatado de 1913, na Rua da Graça. O palacete neoclássico (comalguma influência do art nouveau francês) pertence ao Estado. Areforma deve começar em outubro, assim como a construção do novoedifício.Também já foi decidido o nome da curadora do novo museu.Ela é Lilian Tone, também curadora do Museu de Arte Moderna(MoMA), de Nova York. No edifício novo, estarão espaços paraexposições temporárias, salas para oficinas de escultura, umaloja e um café. No casarão reformado, ficarão obras do acervo,assim como no jardim do complexo, ponto fundamental do projeto.No Palacete Catharino, atualmente funcionam os conselhosde Educação e Cultura do Estado. Eles serão transferidos para oPalacete Pedro Sá, no Campo Grande, também propriedade dogoverno e onde funciona hoje a Procuradoria-Geral do Estado.O Museu Rodin de Paris, instalado na Rue de Varenne, 77, é ainstituição oficial de divulgação da obra do escultor francêsAuguste Rodin (1840-1917). O museu vai ceder em comodato 62obras ao governo baiano para o acervo da nova instituição, aprimeira na América Latina. O Estado da Bahia arcará apenas como custo do seguro das obras."A cada três anos, faremos uma reavaliação para mudançaparcial das peças", diz Paulo Gaudenzi, secretário de Estado daCultura da Bahia. "Pretendemos aos poucos comprar tambémbronzes para o acervo definitivo do museu, a partir de umagrande campanha", afirmou.Entre os trabalhos, virão para a Bahia as consagradaspeças O Beijo, O Pensador, O Escultor e sua Musa,Eva, A Lorena, Avareza e Luxúria, O Desespero, AMulher Agachada, O Velho Sentado, Torso Masculino,parte esquerda do frontão da Porta do Inferno, Glaucus,O Sono, A Meditação da Porta, O Filho Pródigo,Assemblage - O Torso da Centaura e o Pequeno Torso deÍris, O Cristo e Madalena.Jacques Vilain também é curador de escultura do museuparisiense e autoridade mais respeitada na obra do artista. Emagosto do ano passado, ele questionou publicamente uma exposiçãode obras de Rodin no Royal Ontario Museum, no Canadá, alegandoque muitas das obras não eram autênticas e algumas tinham sidofeitas depois da morte do escultor.Vilain considera que há uma correspondência"harmoniosa" entre o trabalho do escultor francês e ageografia da capital baiana. O flerte entre o Museu Rodin e aBahia começou quando foram expostas na cidade de Salvador obrasdo artista - cerca de 50 mil pessoas foram ver a exposição.Mas foi o museólogo e artista plástico EmanuelAraújo, ex-diretor da Pinacoteca do Estado, quem começou oscontatos com os franceses. "Ele foi fundamental, foipreponderante", afirmou Gaudenzi.Será constituída uma organização não-governamental paraadministrar o novo museu, que terá verba do Estado e de empresasprivadas. A entidade foi batizada como Sociedade dos Amigos doMuseu Rodin - Rodin Bahia."Nós achamos que há pontos concordantes entre Rodin e aBahia e que a Bahia tem um clima cultural forte, adequado",disse o secretário Paulo Gaudenzi, cuja pasta responde pelamanutenção de outros oito museus no Estado. "A instalação doMuseu Rodin também vem ao encontro de nosso intento de dar umaforça grande à linguagem artística da escultura."

Agencia Estado,

02 de agosto de 2002 | 15h48

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.