Museu Rainha Sofia celebra 75 anos do 'Guernica' de Picasso

Mostra 'Encontros com os anos 30' pretende propiciar um encontro entre o visitante e a história

EFE

01 Outubro 2012 | 14h29

(Detalhe da obra 'Guernica', de autoria do pintor Pablo Picasso. Foto: Reprodução)

O Museu Rainha Sofia está comemorando com uma grande exposição o aniversário da obra Guernica, que há 75 anos foi pintada por Pablo Picasso para lembrar o bombardeio da cidade em 26 de abril de 1937.

Encontros com os anos 30 é o título da mostra que pretende propiciar um encontro entre o visitante e a história, e reunir a produção dos artistas em uma década convulsa, essencial para entender os anos que vivemos.

A mostra, que será inaugurada nesta terça-feira, 02, pela rainha Sofia, é uma das mais importantes da temporada para o museu, ocupa mais de 2 mil metros quadrados, onde podem ser vistas mais de 400 peças, muitas das quais procedem das mais importantes instituições e coleções de todo o mundo.

Além disso, 75% delas nunca foram exibidas antes na Espanha, como a pintura de Antonio Berni New Chicago Athletic Bilbao (1937), e a peça Combat des princes saturniens II, de Wolfgang Paalen.

A exposição pretende redefinir os parâmetros conceituais e históricos de um período fundamental do século XX, essencial para entender os anos em que vivemos; um período de conflito, ainda não suficientemente estudado, momento em que a arte e o poder se enfrentam e se apoiam.

Para Manuel Borja-Villela, diretor do museu, foi uma década de enorme intensidade e de grande criatividade.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.