Museu londrino marca aniversário com instalações 'malucas'

Dez artistas plásticos transformam o espaço físico da Hayward Gallery.

Da BBC Brasil, BBC

05 de junho de 2008 | 05h57

Dez artistas plásticos de vários países foram convidados a transformar o espaço físico da Hayward Gallery, em Londres, em ambientes arquitetônicos inusitados e conceituais que levam o espectador a interagir com a mostra. A exposição Psycho Buildings (Construções Malucas, em tradução livre) combina arte e arquitetura com o uso da cor, luz e do cheiro para estimular o espectador.Em uma das instalações, por exemplo, o artista artista plástico brasileiro Ernesto Neto explora o cheiro, com uma estufa gigante que traz aromas de cravo e pimenta. Outra obra, localizada no terraço da galeria, que fica às margens do rio Tâmisa, brinca com o senso de espaço dos espectadores. A instalação Observatory, Air-Port City, do argentino Tomas Saraceno, é uma espécie de cúpula transparente cujo chão é um espelho que reflete o céu. Além disso, a obra tem um andar inflável onde os visitantes podem "flutuar"."A exposição convida os visitantes a mergulhar nas instalações atmosféricas, cativantes e desconcertantes", afirma uma porta-voz da galeria. Além de provocar reações diversas entre os espectadores, a exposição modificou o próprio prédio da galeria, com algumas instalações localizadas na fachada e outras expostas em ambientes externos da galeria. A mostra Psycho Buildings foi encomendada pela Hayward Gallery para comemorar o aniversário de 40 anos da galeria. A exposição fica em cartaz até 25 de agosto. BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.