Museu Iberê Camargo deve ficar pronto em 2003

Ávida por cultura e preocupada em dispor como merece a história de um dos mais importantes pintores gaúchos, a fundação Iberê Camargo resolveu planejar um museu às margens do Rio Guaibá. A obra, que será projetada pelo arquiteto português Álvaro Siza, promete tornar-se referência como centro cultural fora da rota Rio-São Paulo. O prédio deve ser entregue entre 2003 e 2004. Siza montou um anteprojeto do prédioda fundação após dois meses no Brasil. Segundo o consultor executivo do projeto, Fernando Shiller, Siza deve entregar a planta em novembro, durante uma nova visita à capital gaúcha. Seguindo este cronograma, as obras começam no segundo semestre de 2001."O museu fará um trânsito com outras linguagens", adianta Shiller ao explicar as primícias do futuro museu e centro cultural. Segundo ele, uma parte do prédio - cerca de mil metros quadrados - vai abrigar exposições permanentes retratando a vida de Camargo e de artistas que seguem o mesmo estilo contemporâneo. Haverá também cursos, oficinas literárias, biblioteca especializada, salas de estudo, além da exibição de filmes e de pequenas peças, já que o local contará com um "cine-teatro", podendo abrigar 200 pessoas. O museu também reservará um espaço para a fundação e seus diretores, que estarão localizados no mesmo prédio. "O museu terá um envolvimento comunitário, além de atrair para Porto Alegre pessoas ligadas a arte. Será um cartão de visita, uma referência como pólo cultural internacional", prevê Shiller. "Estou muito grata", afirmou a viúva de Iberê, Maria Camargo, em entrevista ao Estadao. com.br. Ela fez questão de agradecer o patrocínio do empresário Jorge Gerdal, presidente do grupo Gerdal. A obra apoiada na lei Rouanet também vai receber incentivos financeiros do grupo paulista Dana. Maria é presidente de honra da fundação e dirige projetos para o público adolescente, com a preocupação de divulgar e familiarizar os estudantes com a obra do artista gaúcho. Uma destas exposições será aberta dia 17.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.