Museu do Louvre cancela mostras temporárias

O museu do Louvre informou nesta terça-feira que, por falta de verba, não fará mais exposições temporárias durante o restante deste ano. Porém, será montada no ano que vem uma mostra especial de desenhos de Leonardo da Vinci, a primeira em mais de meio século dedicada ao mestre renascentista italiano.As autoridades do museu atribuíram os problemas financeiros à falta de público desde os atentados de 11 de setembro. Os visitantes poderão desfrutar a enorme coleção de antigüidades, pinturas e esculturas da coleção permanente do museu, mas não haverá mostras temporárias até 2003."Isto é conseqüência das restrições financeiras provocadas pela queda de público depois do 11 de setembro de 2001", disse o diretor do museu, Henri Loyrette, em uma nota no programa de outono. A afluência de público no Louvre caiu 7,4% no primeiro semestre de 2002, comparado com igual período do ano anterior, informou a Oficina de Turismo e Conferências de Paris. Em 2001, o Louvre recebeu um total de 5,2 milhões de visitantes, 15% menos que no ano de 2000. A França foi o primeiro destino do turismo mundial no ano passado, com 76,5 milhões de visitantes, seguido pela Espanha, com 49,5 milhões e Estados Unidos, com 45,5 milhões, segundo a Organização mundial de Turismo, com sede em Madrid.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.