Museu de Wisconsin expõe cristal mais antigo do mundo

O Museu de Geologia da Universidade de Wisconsin, em Madison, expôs nesta sábado, sob proteção policial, um minúsculo cristal de zircônio que se acredita ser o mais antigo do mundo, com 4,4 bilhões de anos.O propósito da exposição de apenas um dia, apoiada por um engenhoso concerto de jazz com temas alusivos ao cristal, é promover o interesse do público na geologia, informaram as autoridades."Trata-se do cristal mais antigo e queremos exibi-lo só por hoje", explicou à imprensa Joe Skulan, diretor do Museu de Geologia da Universidade de Wisconsin.Para a exposição, aberta ao público americano pela primeira e única vez, as autoridades universitárias contrataram o grupo Jazz Passengers para que seus seis integrantes compusessem uma música alusiva ao encontro.O ínfimo cristal, com diâmetro menor que o de um fio de cabelo humano ou um grão de areia, foi descoberto pelo australiano Simon Wilde em 1984.Até a descoberta do zircônio, acreditava-se que o objeto mais antigo que comprovava a presença de água na Terra era uma pedra de 3,8 bilhões de anos.Uma vez concluída a exposição, o pequeno objeto voltará à Austrália, onde fará parte de uma exposição permanente num museu do país.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.