Reprodução
Reprodução

Museu de Antioquia, na Colômbia, restaura obras de Botero

Entidade tratará 27 obras do artista colombiano que estão espelhadas pelas ruas de Medellín

11 de novembro de 2013 | 17h49

O Museu de Antioquia trabalha na restauração de 27 obras do artista colombiano Fernando Botero. As obras estão espalhadas pelas ruas de Medellín, Colômbia, e cada uma leva três dias para ser restaurada. Elas serão mantidas cobertas até o dia 31 de dezembro, de acordo com a prefeitura local.

As peças se encontram na praça Botero, no parque San Antonio e no parque Berrío. Cada uma será lavada, lixada e receberá uma nova camada de pátina de bronze. Em seguida, recebem uma camada de cera protetora contra chuva, sol e poluição.

O Museu de Antioquia reúne 187 obras do artista que, com 81 anos de idade, continua pintando e esculpindo. Sua temática preferida são as formas humanas arredondadas. Botero prepara uma coleção com 70 desenhos inspirados no Kamasutra, para serem exibidas a partir do próximo mês em Saint Moritz, na Suíça.  

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.