Museu da Língua Portuguesa abre as portas para o público

O Museu da Língua Portuguesa abre as portas para o público nesta terça-feira, às 10 horas. Mas a inauguração oficial acontece hoje com duas programações. Pela manhã, foi a vez da cerimônia oficial, às 11 horas, com a presença do governador Geraldo Alckmin, do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e do ministro da Cultura Gilberto Gil. Às 19h30, um coquetel reúne convidados para uma apresentação especial, com a cantora Maria Bethânia, que lê um trecho do romance Grande Sertão: Veredas, de João Guimarães Rosa, para os presentes."Esperamos que a população abrace essa instituição com carinho, pois a língua portuguesa é o elemento essencial da nossa cultura", disse Jarbas Mantovanini, gerente do projeto, após um trabalho de três anos. O museu, que teve um investimento de R$ 37 milhões, tem três andares e traz, dentre as muitas atrações e atividades, um mantra de expressões entoado por Arnaldo Antunes e uma emocionante exposição sobre o romance Grande Sertão: Veredas, de Guimarães Rosa. "A exposição é interativa. Mas a importância só o tempo vai dizer", afirmou Bia Lessa, curadora da exposição sobre o romance que faz 50 anos. Um auditório onde se assiste a um filme sobre a importância da língua e um centro de estudos são outros exemplos. "O centro de pesquisa é a área educativa. Mas é importante lembrar que isso tudo faz parte do projeto de revitalização da Luz - duas bilheterias da CPTM ficam praticamente dentro do museu", disse Mantovanini. O museu funcionará das 10 às 17 horas, de terça a domingo, e a entrada sai por R$ 4,00. Estudantes pagam meia e menores de 10 anos, assim como professores da rede pública, não pagam. Museu da Língua Portuguesa - Estação da Luz, Centro. 3.ª a dom. 10h/17h. R$ 4.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.