Divulgação
Divulgação

Museu Anne Frank doa livros para o Japão

Decisão foi tomada após destruição de mais de 300 cópias de 'Diário de Anne Frank'

EFE

09 de março de 2014 | 18h54

A Casa e Museu de Anne Frank, de Amsterdã, doará 3.400 exemplares do famoso diário de Anne Frank para o Japão depois que mais de 300 cópias do livro foram destruídas em várias bibliotecas de Tóquio. 

Além disso, a instituição doará 300 modelos em miniatura da casa onde a garota se escondeu durante a ocupação nazista na Holanda. Acredita-se que esta seja a maior doação feita pela instituição.

O objetivo é "reforçar e expandir a amizade entre a Casa de Anne Frank e os japoneses que defendem a harmonia para que este incidente seja resolvido rapidamente", segundo o que disse um dos representantes do museu.

A iniciativa se soma à da Embaixada de Israel e da comunidade judaica do Japão, que no final de fevereiro doaram exemplares de Diário de Anne Frank aos centros afetados. No total, 38 bibliotecas de 11 distritos de Tóquio reportaram que encontraram 306 exemplares da obra com as páginas arrancadas ou cortadas. Outros títulos relacionados à sua biografia e ao holocausto também foram danificados.

Tudo o que sabemos sobre:
LiteraturaAnne FrankHolocausto

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.