Murilo Salles e especial de Spike Lee

Um Lobo Chamado Silver

+LUIZ CARLOS MERTEN, O Estado de S.Paulo

10 de março de 2012 | 03h09

16H15 NA BANDEIRANTES

(Silverwolf). Canadá, EUA, 1998. Direção de Peter Svatek, com Michael Biehn, Roy Scheider, Shane Méier.

Garoto luta para se recuperar do trauma provocado pela morte do pai, que tentava salvá-lo na floresta. E se liga a filhote de lobo, o Silver (Prata) do título. Bons atores, a aspereza da paisagem (do Estado de Washington) e só. Reprise, colorido, 98 min.

Mulher-Gato

21H15 NO SBT

(Catwoman) EUA, 2004. Direção de Pitof, com Halle Berry, Sharon Stone, Benjamin Bratt, Lambert Wilson.

Halle Berry é a funcionária de uma fábrica de cosméticos assassinada ao buscar evidências sobre os malefícios de um novo creme facial. A heroína ressuscita como... Mulher-Gato e enfrenta a vilã Sharon Stone, que justamente ficou com corpo de aço, usando o tal creme. Sharon, numa paródia de sua Catherine Tremell em Instinto Selvagem, rouba a cena, mas Halle deve fazer a festa dos marmanjos. Só não exija o mínimo de verossimilhança. Nada faz sentido no cartaz do SBT. Reprise, colorido, 94 min.

5 Frações de Uma Quase

História

22H30 NA TV BRASIL

Brasil, 2007. Direção de Armando

Mendz, Cristiano Abud, Cris Azzi,

Guilherme Fiuza, Lucas Gontijo e

Thales Bahia, com Cláudio Jaborandy, Gero Camilo, Leonardo Medeiros.

Cinco histórias - a do fotógrafo obcecado por pés de mulheres, a outra do homem que se projeta num filme, a terceira sobre juiz que tenta cooptar funcionário do tribunal a assumir crime que cometeu, etc. Bons atores, bem produzido, mas não espere nada além de anedotas contadas com o mínimo de graça. Inédito, colorido, 96 min.

O Preço de Um Resgate

23 H NO SBT

(Ransom). EUA, 1996. Direção de Ron Howard, com Mel Gibson, Rene Russo, Gary Sinise, Delroy Lindo, Lily Taylor.

Remake de um velho thriller com Glenn Ford, nos anos 1950. Mel Gibson faz empresário cujo filho é sequestrado. Em vez de ceder às exigências dos sequestradores, ele dobra o prêmio - para quem lhe der a pista dos criminosos. Benfeito, violento e cheio de reviravoltas que deixam o espectador tenso. Reprise, colorido, 121 min.

Celeste e Estrela

23H15 NA CULTURA

Brasil, 2002. Direção de Betse de

Paula, com Dira Paes, Ana Paula

Arósio, Fábio Nassar, Mark Hopkins.

Enquanto espera a namorada cineasta, crítico conta a recepcionista, no aeroporto, como começou o romance entre eles. Segue-se, como um filme dentro do filme, a história de amor - que também é uma história

de amor pelo cinema, e sobre

as dificuldades de conseguir patrocínio (e filmar) no Brasil. O humor simpático da diretora e roteirista Betse de Paula é sempre feito de observações (humanas, sociais) que conseguem

ser bem pertinentes. Reprise, colorido, 92 min.

Um Crime Nada Perfeito

23H50 NA GLOBO

(The Maiden Heist). EUA, 2009.

Direção de Peter Hewitt, com Morgan Freeman, Christopher Walken, Marcia Gay Harden, William H. Macy.

Seguranças num museu, Morgan Freeman, Christopher Walken e William H. Macy bolam plano para roubar obras de arte, impedindo que sejam transferidas para outras instituições. O caso vira uma comédia de erros e só tem um problema: os atores parecem se divertir mais que a gente. Inédito, colorido, 90 min.

As Predadoras

0H45 NA BANDEIRANTES

(Boa vs. Python). EUA, 2004. Direção de David Flores, com David Hewlett, Jaime Bergman, Kirk B.R. Woller,

Adamo Palladino, Angel Boris Reed.

Jiboia se solta e desaparece na floresta e isso força o FBI a libertar cobra maior ainda, que serve como cobaia de experimento científico ainda incompleto. O embate de anacondas só pode ser produto da cabeça de algum roteirista maluco. O absurdo é tão grande que algumas cenas chegam a ser involuntariamente divertidas (pelo ridículo). Reprise, colorido, 91 min.

TV Paga

Como Nascem os Anjos

16H05 NO CANAL BRASIL

Brasil, 1966. Direção de Murilo Salles, com Sérgio Luz, Priscilla Assum,

Silvio Guindane, André Mattos, Larry Pine, Maria Sílvia.

Grande fotógrafo, Murilo Salles realizou um dos filmes faróis do cinema brasileiro nos anos 1980 (Nunca Fomos Tão Felizes) e aqui antecipou o mais famoso, mas não tão bom, O Invasor, de Beto Brant, ao mostrar a invasão do centro do poder pela periferia. A história mostra trio de fugitivos que invade a casa de um gringo. Salles se inspirou livremente em O Anjo Nasceu, de Júlio Bressane, de 1969. Reprise, colorido, 97 min.

Faça a Coisa Certa

19H45 NO TELECINE CULT

(Do the Right Thing). EUA, 1989.

Direção e interpretação de Spike Lee, com Danny Aiello, Ossie Davis, Ruby Dee, Bill Nunn, John Turturro.

A emissora faz um programa duplo em homenagem ao ator e diretor Spike Lee. Começa com este filme, sua obra-prima, sobre a explosão de violência envolvendo integrantes das comunidades negra e italiana numa pizzaria do Brooklyn, em Nova York. Na sequência, às 22 horas, passa Milagre em Sant'Anna, sobre soldados negros que integram pelotão durante a 2ª Guerra, na Itália. Reprise, colorido, 120 min.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.