"Mulheres" comemora 20 anos com show ao vivo

Depois da tempestade, a calmaria. Com a saída de Claudete Troiano do programa Mulheres, a Gazeta precisou correr atrás de uma substituta para a apresentadora. Agora, com Márcia Goldschmidt, o programa comemora 20 anos, mesmo que boa parte deles estejam relacionados às antigas apresentadoras: Claudete Troiano e a "parceirinha" Ione Borges.A festa será na próxima terça-feira, dia 24, ao vivo, direto do Palácio das Convenções do Anhembi. No comando estarão Márcia e Leão Lobo, recebendo convidados especiais durante toda a tarde. A abertura ficará com as garotas da Seleção Brasileira de Ginástica Rítmica Desportiva, campeãs sulamericanas. O elenco da casa também marcará presença, como Drica Lopes, Anna Paola, Roberto Avallone, Marcelo Augusto, Palmirinha Onofre, Sérgio Mallandro, e a ex-dona da festa, Ione Borges, que hoje comanda um programa só seu nas noites de quarta-feira da emissora paulista.Antônio Guerreiro mostrará os bastidores e Regina Guimarães trará reportagens especiais sobre a festa. Mas o destaque mesmo ficará por conta das atrações musicais, como Harmonia do Samba, Adryana e a Rapaziada, Maurício Manieri, Art Popular, Molejo, Martinho da Vila, É O Tchan, Rick e Renner, Leonardo, Só Pra Contrariar, Negritude Jr, Cogumelo Plutão, Karametade, Exaltasamba, Padre Marcelo Rossi, entre muitos outros."Estamos preparando um evento maravilhoso. Queremos fazer o melhor, com muitas atrações e convidados surpresas, que não podem ser divulgados com antecedência por questões contratuais", explicou Márcia. A toque de caixa - O programa Mulheres nasceu sob encomenda, a toque de caixa, como define o atual superintendente da Gazeta, Sílvio Alimari. Por dez anos a emissora exibiu o programa Clarisse Amaral em Desfile, mas devido a desentendimentos com a apresentadora, uma nova revista feminina precisou ser criada."Para evitar estrelismo e não ficar na dependência, optamos por duas novas apresentadoras", conta Alimari, referindo-se a então modelo e relações públicas do Mappin, Ione Borges, e a repórter da Rádio Nacional, Claudete Troiano. Por 16 anos elas comandaram juntas o Mulheres em Desfile, até que, em 1996, Claudete passou a apresentar Pra Você no horário da manhã, e Ione permaneceu no Mulheres até junho de 1999.Com a chance de apresentar um programa de variedades no horário nobre, na mesma emissora, Ione deixou o Mulheres, e Claudete retornou à atração no ano passado, onde ficou até setembro último. Desde então, ela ocupa o lugar de Cátia Fonseca no Note & Anote, como contratada da Record.Agora, com Márcia Goldschmidt no comando, o programa vem mantendo a média de 4 pontos no Ibope. "Quando assumi o programa, pensei que não ia conseguir dar uma identidade a ele, já que ficou tanto tempo com as mesmas apresentadoras. Mas depois me senti tão integrada, pois fui recebida de braços abertos", confessa. "Está sendo a minha experiência mais feliz em tevê, em termos de sucesso pessoal e de público."Márcia também reconhece a liberdade que têm dentro da emissora e o retorno dos telespectadores. "A resposta do público foi ótima. As pessoas me param na rua e elogiam, dizendo que o programa está mais alegre e que eu estou muito melhor, se comparada à época em que estava no SBT. Na verdade, a Márcia continua a mesma. A diferença é que aqui eu tenho liberdade. Quando cheguei na Gazeta, os diretores me disseram: ´o programa é seu, faça como você achar melhor´. Aqui, todos me trataram com muito respeito, como uma profissional de competência, e isso não tem preço."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.