Mulher japonesa de 114 anos é reconhecida como mais velha do mundo

Uma mulher japonesa de 114 anos, que nasceu no mesmo ano em que o elemento químico rádio foi descoberto, foi reconhecida como a mulher mais velha do mundo pelo livro dos recordes Guinness World Records na quarta-feira.

Reuters

27 Fevereiro 2013 | 11h44

Misao Ookawa, filha de um comerciante de roupas, nasceu em 1898 e agora vive na cidade de Osaka. Ela recebeu um certificado reconhecendo seu status e disse que estava contente.

"Considerando tudo, é muito bom", ela disse a um grupo de pessoas no asilo onde vive.

Misao, que segundo a mídia japonesa nunca teve uma doença grave em sua vida, casou-se em 1919 e teve três filhos, quatro netos e seis bisnetos.

O prêmio veio como um presente de aniversário adiantado. Ela completará 115 anos na semana que vem, no dia 5 de março.

O Japão tem mais de 50.000 centenários, de acordo com dados do governo divulgados no ano passado, reforçando sua reputação pela longevidade. O homem mais velho do mundo também é japonês -Jiroemon Kimura, com 115 anos.

(Reportagem da Reuters Television)

Mais conteúdo sobre:
GENTEMULHERJAPONESAVELHA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.