Mulher de McCartney aceitaria US$ 56 milhões por divórcio

A ex-modelo Heather Mills estaria disposta a aceitar cerca de US$ 56 milhões para se divorciar do ex-Beatle Paul McCartney, revelou neste domingo o tablóide sensacionalista britânico News of the World. Mills, que receberia o montante em dinheiro e em imóveis, chegou a pedir ao cantor aproximadamente US$ 19.000 diárias de pensão para que aceitasse o acordo, segundo a imprensa britânica. Fontes próximas ao ex-Beatle afirmaram ao jornal que Mills "cedeu" em vários aspectos, incluindo nas reivindicações financeiras e na custódia exclusiva de Beatrice, filha do casal. O acordo, segundo a fonte, ocorre após 15 dias de "brigas inflamadas" entre os dois. McCartney e Mills se encontraram pessoalmente três vezes nas análises preliminares do divórcio. Fontes dizem que, apesar de manterem as aparências em público, os dois trocam ofensas pessoais. Após uma das audiências, o ex-Beatle teria gritado ao telefone com a então esposa: "Mal posso esperar para não ter de ver sua cara de novo". Mills respondeu prontamente: "Você nunca se livrará de mim". No processo, a ex-modelo argumentou que seu marido teve um comportamento violento com ela em quatro ocasiões, fato que o cantor nega categoricamente. McCartney e Mills, que se conheceram em 2000 e se casaram dois anos depois, anunciaram em maio do ano passado sua separação, atribuindo o fracasso da relação à intromissão da imprensa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.