Mulher casada procura...

O cinema francês contribuiu com alguns sucessos - e bons filmes - para animar o ano que se encerra. Um deles agradou particularmente às plateias femininas. Em Partir, de Catherine Corsini, Kristin Scott Thomas faz uma mulher casada - e burguesa - cuja relação com o marido esfriou. É neste quadro de lassidão entre os dois que entra em cena Sergi Lopez, na pele do pedreiro que vem executar uma obra. Ele invade a casa e a vida da protagonista, despertando nela uma tensão erótica que a vulnerabiliza. O duo de atores não recua diante da exposição, inclusive física, e Kristin é perfeita como essa mulher que parece fria, mas que reencontra sua natureza vulcânica. Yves Attal, como o marido, agrega credibilidade aos personagens. É um filme bem escrito e realizado, neste registro "de autor" que é a grande contribuição dos franceses.

, O Estado de S.Paulo

24 de dezembro de 2010 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.