Muito cacique e pouco índio

Vênus e Plutão em conjunção; a Lua que cresce transita por Áries

Quiroga, astro@0-quiroga.com, O Estado de S.Paulo

08 de fevereiro de 2011 | 00h00

Muito cacique e pouco índio para cumprir as ordens, assim andam as coisas na Terra Brasilis. É natural que haja um momento na evolução humana em que a força de vontade seja descoberta e, por ela, todos nos recusamos a seguir ordens ou a obedecer a regras, nos dedicando a criar as nossas próprias. Porém, quando esta fase se estende demais, chega-se ao momento atual, todos querem dar ordens e não há quem se habilite a segui-las, resultando isso numa paralisia contrária à produtividade. Como se resolve isso? A primeira reação seria falar grosso e fazer ameaças, porque se confia em que o medo sempre será intimidador o suficiente para diminuir quem pretenderia dar ordens também. Porém, com o medo viriam também muitas emoções negativas.

ÁRIES 21-3 a 20-4

Compartilhar, este é o grande desafio da atualidade. Nesse caminho você terá de fazer mais concessões do que exigências, assim como também desacelerar o seu natural ritmo para acompanhar o das pessoas envolvidas.

TOURO 21-4 a 20-5

Em nome da paz e da boa convivência, às vezes torna-se necessário tomar atitudes radicais, do tipo impopular que evocam antipatia nas pessoas próximas. Por isso, esse tipo de atitude deve ser sempre eventual.

GÊMEOS 21-5 a 20-6

A única e verdadeira forma de conhecer a vida e adquirir sabedoria é através da experiência. Para isso nossa humanidade é livre, para experimentar e decidir na prática o que é melhor para a sua evolução.

CÂNCER 21-6 a 21-7

Em muitos casos sua mágoa acontece sem que as atitudes que as pessoas tomaram tenham tido essa intenção. Nesses casos, seria melhor você respirar fundo e observar melhor a situação para não tomar atitudes precipitadas.

LEÃO 22-7 a 22-8

Prestar serviço e ser útil, ainda que com a alma pressionada pelas circunstâncias, vai transformar-se numa situação vantajosa ao longo do tempo. Por isso, procure resistir o menos possível a essa situação estranha.

VIRGEM 23-8 a 22-9

Queira pouco e bem para administrar direito as oportunidades que se apresentam agora. Cair na tentação da cobiça seria também cair numa armadilha que ao longo do tempo resultaria no contrário do que sua alma pretende agora.

LIBRA 23-9 a 22-10

Nada obriga sua alma a suportar toda a tensão sozinha, mas se não houver ninguém disponível para dividir a angústia, então tome a sábia decisão de reservar um bom tempo para divertir-se longe dos problemas.

ESCORPIÃO 23-10 a 21-11

Os desejos não devem escravizar você. Ou seja, você deve ter domínio sobre seus próprios desejos, organizando tempo e recursos para satisfazer os que forem realmente valiosos, renunciando aos irrelevantes.

SAGITÁRIO 22-11 a 21-12

Nada se perderá, mas o mais importante que você busca realizar precisará ser protelado a um futuro incerto, porque inúmeros outros assuntos são mais urgentes e precisam ser enfrentados com rapidez e sabedoria.

CAPRICÓRNIO 22-12 a 20-1

Quando acontecem coisas fora do habitual, é necessário reagir com respostas inéditas também. Um momento assim se desenha para a sua alma nos tempos que vêm por aí. Rápidos virão, rápidos desaparecerão também.

AQUÁRIO 21-1 a 19-2

Quanto menos você se debater para superar a malha imposta pelas circunstâncias, provavelmente você a superará com mais rapidez. A liberdade tornou-se restrita, mas tenha certeza que essa é uma condição passageira.

PEIXES 20-2 a 20-3

As atitudes autoritárias não poderiam ser contra-arrestadas com maior autoritarismo de sua parte. Melhor não alimentar esse círculo vicioso, mas sair dele com elegância. Ninguém merece uma situação dessas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.