MTV estréia nova programação em março

Depois de só aparecer timidamente no horário nobre, e desaparecer por completo da programação dominical, a música volta a ser o carro-chefe da nova grade da MTV. As novidades ficam por conta do Jornal da MTV, apresentado todas às sextas por Fábio Massari, e pelo Domingo Musical, sempre com cinco especiais musicais dos mais diferentes estilos, como metal, rap e música alternativa.Até o fim do ano, a MTV ainda vai lançar três novos programas do projeto Acústico, com Cidade Negra (março), Jorge Benjor (maio) e Kid Abelha (novembro), e mais um MTV Ao Vivo, com os mineiros do Pato Fu (julho). A emissora também está preparando especiais com o RPM e com o compositor Nando Reis.A emissora também resolveu não contratar nenhuma estrela. Vai revelar novos nomes e passar um verniz na programação. A única cara diferente da MTV em 2002 será o tenista Fernando Meligeni, que comandará todas as quartas, às 22h, o programa MTV Sports. "O Meligeni tem o espírito MTV toda vez que entra nas quadras", diz Zico Góes, diretor de Programação da emissora. "Ele pode ser um ótimo tenista, mas nasceu para fazer televisão."No primeiro programa, ele já enfrenta sem nenhuma técnica as montanhas nevadas de Aspen ao lado do Igor Cavalera, baterista do Sepultura. "Estamos criando um ambiente musical que até então não existia", diz Zico Góes. "Mas a música não estará sozinha, teremos também alguns debates políticos."Em ano de eleições, e depois dos incidentes de 11 de setembro, a MTV também dará mais ênfase à conscientização da sua jovem audiência. Depois que Colin Powell, secretário de Estado dos EUA, enfrentou perguntas feitas ao vivo por jovens de vários países em uma conferência mundial realizada pela MTV americana, agora é a vez da filial brasileira tentar realizar o mesmo.A intenção é juntar telespectadores de vários Estados e montar uma espécie de debate com o presidente Fernando Henrique Cardoso e com os futuros candidatos à Presidência "Vamos ter mais opinião, mais crítica e cada vez mais contudência nessa nova programação", explica Zico Góes. "Não vamos mostrar as campanhas partidárias, pois isso seria incrivelmente chato para a nossa audiência, mas temos que convencer os jovens de que é importante votar."Outros programas também terão esse lado mais "sério" da MTV. A volta de Cazé à MTV, depois de uma temporada na Rede Globo, está em sintonia com essa politização da emissora. A direção acredita que o apresentador tenha o perfil ideal para abordar assuntos políticos com o eleitorado jovem que assiste ao canal.Além de apresentar o Neurônio, game semanal de perguntas sobre música e atualidades, Cazé vai comandar uma atração diária mais "cabeça" a partir de abril, ainda não definida. O VJ também está no páreo para comandar a série especial Tome Conta do Brasil, que estréia em julho. Serão 12 programas sobre questões ligadas à cidadania e à importância de votar.Os velhos programas da MTV não ganharão simples maquiagem em 2002. Ao contrário, vão passar por uma plástica completa para ganharem nova aparência. Uma das atrações reformuladas será o Erótica MTV. Depois da saída da VJ Tathiana Mancini, que deixou a casa no fim do ano passado, o novo programa de sexo da MTV - ainda sem nome definido - não terá mais convidados. Agora, os apresentadores Didi, Penélope Nova e o especialista Jairo Bouer irão discutir as perguntas dos telespectadores com um ponto de vista totalmente diferente. "As pessoas poderão escolher seu VJ favorito para responder à pergunta", explica Zico Góes. "Se a pessoa é mais romântica, pode perguntar para a Didi, por exemplo." No meio do ano, a MTV também fará a sua cobertura da Copa do Mundo. "Além do MTV Rock & Gol, vamos fazer umas brincadeiras com clipes e mesas-redondas", disse Zico Góes. "Mas o maior desafio é falar de Copa sem ter nenhuma imagem de futebol."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.