Mostras revelam revitalização do Acervo Municipal

O Centro Cultural São Paulo inaugura esta noite as exposições Obras do Acervo Municipal no Gabinete de Papel, Caricaturas de J. Carlos e Vila de Ipojuca, encerrando um ciclo de recuperação e revitalização, da instituição e da coleção da Pinacoteca Municipal. Vila de Ipojuca é uma mostra didática sobre o processo de restauro de tela de Frans Post, uma das preciosidades do acervo.Na realidade, as três mostras possuem aspectos didáticos. São o lado público do trabalho de levantamento, catalogação e restauro de mais de 2.500 obras pertencentes às várias instituições municipais realizado nos últimos quatro anos. Mas também são ponto de partida para a realização de importantes pesquisas, disponibilizando importantes insumos para historiadores da arte. O resultado desse trabalho estará em breve disponível para consultas na internet.O novo Gabinete de Papel permite a exibição simultânea de cerca de 120 obras em papel - que representam 82% da coleção municipal - e está preparado para receber adequadamente tanto grupos de visitantes como pesquisadores.Pouco ainda se sabe sobre os 25 desenhos originais exibidos a partir desta noite na mostra dedicada à obra de J. Carlos, ilustrador e cartunista carioca. "Não se tem notícia de quando isso foi exposto pela última vez", conta Stella Teixeira de Barros, diretora da divisão de Artes Plásticas do CCSP. Alguns deles foram identificados como originais de publicações realizadas na revista Careta - onde trabalhou por um longo período. A mostra de Post procura resgatar no detalhe o processo de restauro feito por Eneida da Cunha Parreira, especialista brasileira residente na Holanda, na tela Vila de Ipojuca. Dentre os aspectos interessantes, Stella destaca a descoberta de uma datação, de 1640, na moldura da tela. O que poderia indicar que o trabalho foi pintado ainda no Brasil (Post ficou no País entre 1637 e 1644). Outro indício, é o azul do céu usado pelo pintor, provavelmente feito de pigmento de vidro moído. Mas ainda falta muito a descobrir sobre essa tela, adquirida no início do século 20 na Holanda e trazida para a coleção do município em 1938 por Rubens Borba de Moraes em 1938, que então dirigia a Biblioteca Municipal. As exposições que serem inauguradas esta noite se somam à mostra de novas aquisições (prêmios-aquisição, doações e comodatos) de arte contemporânea, com mais de 200 novas obras sendo incluídas no acervo.Obras do Acervo Municipal do Gabinete de Papel, O Humor de J. Carlos e Vila de Ipojuca de Frans Post - No Centro Cultural São Paulo. Rua Vergueiro, 1.000, 3277-3611. Terça a sexta, das 10 horas às 20 horas (sábado e domingo das 10 horas às 18 horas). Grátis. Abre hoje, às 19 horas. Até 12/12.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.