Mostras e debates em salão paulista

Com a sua primeira edição homenageando os irmãos Humberto e Fernando Campana, que foram recebidos com a mostra De Fio em Fio, reunindo alguns de seus trabalhos mais conhecidos - como a cadeira Café e os protótipos de alumínio e bambu da coleção Blow Up -, o Salão Design São Paulo termina hoje, na Oca, no Parque do Ibirapuera. Eles também ministraram palestra na qual contaram suas trajetórias e processos criativos.

, O Estado de S.Paulo

19 Junho 2011 | 00h00

Durante quatro dias, o evento internacional com exposição e venda de trabalhos exclusivos ou produzidos em edição limitada, reuniu 20 galerias e lojas de design, apresentando cerca de 120 peças criadas por Zanine Caldas, Gerson de Oliveira e Luciana Martins, Oscar Niemeyer, Joaquim Tenreiro, Claudia Moreira Salles e Sergio Rodrigues, entre outros.

Segundo a curadora Maria Helena Estrada, o Salão Design São Paulo oferece palestras, mostras, seminários, debates e premiações voltados ao que há de mais expressivo em relação a mobiliário, iluminação e objetos de interior.

Além da mostra dos irmãos Campana, outro destaque do evento é a participação dos designers Maurizio Galante (italiano) e Tal Lancman (israelense). Suas obras estão em Transversal Design, proposta de diálogo entre a criação industrial e a confecção de peças exclusivas.

Encontro. Hoje, às 15 h, a designer de joias carioca Mana Bernardes dará palestra, na Praça dos Encontros, sobre sua arte e trajetória como artista e poeta. Depois, às 16 h, ela promove oficina. A produção de Mana, artesanal, inclui materiais reciclados como garrafas PET. Conhecida no exterior, a carioca já teve suas criações exibidas no Chelsea Art Museum de Nova York e na Fundação Cartier de Paris.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.