Mostra 'Warhol TV' começa hoje no Rio

Desde 1967, o mundo repete as palavras proféticas de Andy Warhol (1928-1987) sobre os 15 minutos de fama a que todos teriam direito no futuro. O futuro chegou, provando que ele estava certo. Sua pop art, embora ainda desqualificada aqui e ali, está cada vez mais valorizada no mercado - há dois meses, o leilão de duas obras, um retrato de Elizabeth Taylor e uma tela da série de garrafas de Coca-Cola, rendeu US$ 94,5 milhões. Mas seu trabalho para a TV, que lhe era bastante caro, é praticamente desconhecido.

AE, Agência Estado

02 de fevereiro de 2011 | 09h54

Mesmo nos Estados Unidos o conteúdo da mostra Warhol TV, em cartaz a partir de hoje no Oi Futuro do Flamengo, no Rio, é novidade. Com curadoria da jornalista francesa Judith Benhamou-Huet, e endosso de Vincent Fremont, amigo e assistente de Warhol em suas últimas duas décadas de vida, a exposição, que passou nos últimos dois anos por Paris e Lisboa, traz trechos de vários programas que o "papa da pop art" fez; parte só foi visto na ilha de Manhattan, por conta do alcance restrito das TVs a cabo que os transmitiam.

Com a imagem projetada pela nascente MTV, e, antes, por participações em programas de grande popularidade, como a série Love Boat e o humorístico Saturday Night Live, ele iria deixar sua marca na TV, com direito a aparições em propagandas da Coca-Cola e de outras grandes companhias. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

WARHOL TV - Oi Futuro Flamengo, Rua Dois de Dezembro, 63, tel. (21) 3131-3060. 11h/ 20h (fecha 2ª). Grátis.

Até 3/4.

Tudo o que sabemos sobre:
visuaisAndy WarholWarhol TV

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.