Mostra traz transformações da moda e costumes no Brasil

País é revisto de 1910 a 30, por meio de Tarsila, Flávio de Carvalho, Anita Malfatti, Brecheret e outros

Da Redação,

30 de setembro de 2008 | 13h58

A partir desta quarta-feira, 1, o Salão dos Pratos do Palácio dos Bandeirantes apresentará uma nova exposição que traz obras de grandes mestres como Tarsila do Amaral, Flávio de Carvalho, Anita Malfatti, Brecheret, Di Cavalcanti, Lasar Segall, Cândido Portinari, entre outros. Intitulada Pessoas Modernas, a mostra é uma análise sobre as transformações da moda, das figuras e dos costumes no Brasil nos anos de 1910 a 1930. Com curadoria de Kátia Canton, a exposição será dividida em quatro partes: Antes do Modernismo; O Pioneirismo d´O Pirralho (jornal satírico criado por Oswald de Andrade); Personagens Modernas; e A Modernização das Formas Humanas. A obra Operários, de Tarsila do Amaral, está entre os principais destaques.  Pessoas Modernas realiza nesta terça sua solenidade de inauguração, em que Radha Abramo, a primeira curadora do Acervo dos Palácios, receberá uma homenagem especial pelos 13 anos em que esteve à frente do projeto. Os trabalhos expostos em Pessoas Modernas pertencem ao Acervo Artístico-Cultural dos Palácios do Governo do Estado, à Pinacoteca do Estado, ao Museu de Arte Contemporânea da USP, ao Instituto de Estudos Brasileiros - IEB e ao Museu Lasar Segall.  Mostra Pessoas Modernas. Palácio dos Bandeirantes. Avenida Morumbi, 4.500 - Portão 2 - São Paulo/SP. Telefone: (11) 2193-8282. De 1º de outubro de 2008 a 11 de janeiro de 2009. De terça a sexta-feira, de hora em hora, das 10h às 17h. Sábados, domingos e feriados, de hora em hora, das 11h às 16h. Todas as visitas são acompanhadas por educadores. Entrada franca. Agendamento eletrônico: www.acervo.sp.gov.br

Tudo o que sabemos sobre:
Pessoas Modernas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.