Divulgação
Divulgação

Mostra traz 94 obras de Keith Haring a SP

Serigrafias, gravuras e litografias, feitas entre 1982 e 1990, estão na exposição

Marina Vaz,

29 Julho 2010 | 06h00

Quem circulou pelo metrô de Nova York, no início dos anos 80, pôde ver desenhos feitos com giz branco em vários espaços vazios de anúncios publicitários. Alguns anos depois, as formas simples e as linhas grossas daquele mesmo artista ocupavam um muro próximo à Avenida Sumaré, em São Paulo. Os traços de Keith Haring (1958-1990), o autor das duas intervenções urbanas, estão de volta à cidade. Mas, agora, seus trabalhos ocupam a Caixa Cultural, no Conjunto Nacional, durante a mostra Keith Haring - Selected Works.

 

São 94 obras, entre serigrafias, gravuras e litografias, feitas entre 1982 e 1990 - além de documentos, fotografias e objetos pessoais. Nos trabalhos, golfinhos, cachorros e bonecos andróginos (e barrigudos) coexistem com corações, pirâmides e discos voadores. As figuras coloridas são influenciadas pela pop art de Andy Warhol e pelo grafite de Jean-Michel Basquiat (ambos amigos de Haring). "O trabalho dele não é intimidante, todos podem entender, mas também tem profundidade", observa a curadora Sharon Battat.

 

Entre as peças exibidas estão serigrafias menos conhecidas (e alegres), como as da série ‘Apocalypse’ (1988). Há também raridades, como as 20 litografias da série ‘Red and Blue’ - sua última antes de morrer, vítima da aids.

 

A ligação com o Brasil está exposta não só no vídeo que documenta a tal intervenção (já apagada) na zona oeste, feita durante a Bienal de São Paulo de 1983, mas também nas polaroids que registram as visitas a Ilhéus (BA), hospedado na casa do amigo Kenny Scharf. E também em uma carta ilustrada que escreveu para a filha pequena de Scharf, Zena - relembrando, com saudade, das vezes que tomou água de coco no café da manhã.

 

Keith Haring - Selected Works -  Caixa Cultural. Conjunto Nacional. Av. Paulista, 2.073, 3321-4400. QUANDO: 9h/21h (dom., 10h/21h; fecha 2ª). Abre sáb. (31). Até 5/9. QUANTO: Grátis.Q

Mais conteúdo sobre:
Keith Haring

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.