Mostra revela "O Xingu dos Villas Bôas"

A exposição O Xingu dos Villas Bôas conta por meio de imagens e textos, a história da família Villas Bôas e sua famigerada relação com as tribos indígenas brasileiras. Montada no Espaço Cultural Citibank da Avenida Paulista, em parceria com o Grupo Estado, a mostra tem entrada gratuita e fica em cartaz até o dia 4 de maio.Retrata o encontro entre "civilizados e indígenas", que aconteceu com a expedição Roncador-Xingu promovida no início da década de 40 pelo governo de Getúlio Vargas e a saga dos irmãos Orlando, Cláudio, Leonardo e Álvaro Villas Bôas: a luta pela preservação da cultura indígena e integração com o Brasil até então desconhecido, a manutenção das crenças e hábitos ancestrais dos índios brasileiros e a criação de Parques Indígenas Nacionais, como o Parque Indígena do Xingu.No início da década de 1940, ao tomarem conhecimento de que o governo Vargas estava organizando uma expedição para desbravar o Brasil Central, os irmãos Orlando (1914-2002), Cláudio (1916-1998) e Leonardo Villas Bôas (1918-1961) deixaram suas vidas em São Paulo e, sem hesitação, aderiram ao grupo. Com a desistência do líder da caravana - um militar -, Orlando tomou a frente do projeto. Álvaro Villas Bôas (1923-1995) juntou-se ao grupo tempos mais tarde e reforçou a luta pela criação do Parque Indígena do Xingu, o que ocorreu em 1961. A região do Parque do Xingu constitui uma das áreas mais preservadas do Centro-Oeste Brasileiro.Serviço - "O Xingu dos Villas Bôas". Espaço Cultural Citibank (av. Paulista, 1.111 - térreo), de segunda a sexta-feira das 9h às 19h; sábado e domingo das 10h às 17h. Preço: entrada gratuita. Até 4 de maio

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.