Mostra reúne obras em paisagens do Rio

Há um ano, os ingleses Andy Goldsworthy e Brian Eno, o espanhol Jaume Plensa, o norte-americano Robert Morris, o japonês Ryoji Ikeda e o paulista Henrique Oliveira foram convidados a intervir artisticamente em paisagens do Rio. A ideia do curador Marcello Dantas era dar novo olhar, uma perspectiva estrangeira, a lugares por onde cariocas passam todos os dias. "A imagem da cidade nos foi em grande parte passada pelos estrangeiros que passaram aqui", ele lembra.

AE, Agência Estado

12 de setembro de 2012 | 10h34

O resultado é a mostra internacional de arte pública "OIR - Outras Ideias para o Rio", com instalações, esculturas e projeções desenvolvidas pelos artistas e inauguradas no feriadão passado. A exposição a céu aberto vai até o dia 2 de novembro. A exceção é para as obras de Ryoji Ikeda e Brian Eno, efêmeras. Ikeda atraiu visitantes à noite à pequena Praia do Diabo, em Ipanema, com suas projeções na areia e no mar, no último fim de semana - algo nunca visto por lá. Eno vai interferir nos Arcos da Lapa entre os dias 19 e 21 de outubro, com luzes e música.

Na Praia de Botafogo, a monumental cabeça de mulher de Jaume Plensa emerge das águas, transformando, a depender do ângulo de observação, o cartão postal do Pão de Açúcar - a obra chegou a gerar protestos de cariocas enciumados, que gritaram "Fora, cabeção!".

Na movimentada Cinelândia, Robert Morris construiu um labirinto de vidro; no Cais do Porto - perto da ArtRio -, despedaça-se desde a semana passada o frágil Domo de Argila de Andy Goldsworthy. No Parque de Madureira, recém-inaugurado pela Prefeitura onde antes havia uma favela, Henrique Oliveira instalou sua Cascasa de restos de madeira, um túnel curvilíneo que vem despertando a curiosidade de moradores numa área distante do circuito de museus. Um ônibus com guias leva visitantes por um passeio pelas obras aos fins de semana e feriados. Inscrições pelo site www.oir.art.br. Planeja-se que a mostra seja bienal. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Tudo o que sabemos sobre:
visuaisArtRiomostra

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.