Mostra reúne gravuras de três ícones da arte no RS

A Fundação Iberê Camargo promove uma rara reunião de gravuras de três ícones da arte moderna brasileira - o próprio Iberê e mais Lasar Segall e Oswaldo Goeldi - na exposição "Cálculo de Expressão", a partir de amanhã. Ao mesmo tempo, exibe pinturas do início e do final da trajetória de Iberê na mostra "Paisagens de Dentro".

AE, Agencia Estado

10 de dezembro de 2009 | 10h57

"Cálculo de Expressão", ocupa dois andares do museu localizado na zona sul de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, com 44 gravuras e três matrizes de Iberê; 51 gravuras e 7 matrizes de Goeldi e 61 gravuras e 2 matrizes de Segall dos acervos da Fundação Iberê Camargo, Museu Lasar Segall, Biblioteca Nacional do Rio e Museu Nacional de Belas Artes do Rio.

"Buscamos obras que são significativas de cada um dos artistas e conversam entre si, em diálogos poéticos possíveis", informa a curadora Vera Beatriz Siqueira, historiadora de arte, doutora em História e professora do Instituto de Artes da Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

O superintendente cultural da Fundação Iberê Camargo, Fábio Coutinho, destaca ainda que o encontro das obras dos três artistas, exímios gravadores, permite a investigação da influência que Segall e Goeldi tiveram sobre Iberê. Segall nasceu em Vilna, na Lituânia, em 1891, mudou-se definitivamente para o Brasil em 1923 e morreu em São Paulo, em 1957. O carioca Goeldi nasceu em 1895 e morreu em 1961, no Rio. Iberê nasceu em Restinga Seca (RS), em 1914, e morreu em Porto Alegre, em 1994.

Além das gravuras dos três artistas, a fundação exibe algumas em outras técnicas, todas assinadas por Iberê, na mostra "Paisagens de Dentro". São 16 pinturas, 14 desenhos, 11 guaches e 3 óleos sobre papel, do acervo da instituição, selecionados pela curadora Icleia Borsa Cattani, crítica e professora titular do Instituto de Artes da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. A mostra "Cálculo de Expressão" fica em cartaz até 14 de março e "Paisagens de Dentro" até 5 de setembro. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.