Sérgio Neves/Agência Estado
Sérgio Neves/Agência Estado

Mostra 'O Pequeno Príncipe na Oca' entra em cartaz

Exposição retrata o universo criado pelo poeta e escritor Antoine de Saint-Exupéry

Agência Estado,

22 de outubro de 2009 | 10h13

A mostra "O Pequeno Príncipe na Oca", que retrata o universo criado pelo poeta e escritor Antoine de Saint-Exupéry, entra em cartaz nesta quinta-feira, 22, no Parque do Ibirapuera, em São Paulo. São 10 mil metros quadrados que servem como cenário da primeira exposição no mundo sobre o Pequeno Príncipe. Com materiais inéditos até mesmo na França, a exposição integra as comemorações do Ano da França no Brasil e reúne mais de 300 peças: alguns objetos pessoais de Saint-Exupéry, além de estudos, desenhos e esboços que, posteriormente, levariam ao livro.

Logo na entrada, as primeiras surpresas. O ingresso para entrar na exposição é em forma de passagem área (além de poeta e escritor, Saint-Exupéry foi aviador). Logo na entrada há uma pequena Paris - onde estão instaladas lojinhas, docerias e lanchonetes. A partir daí, 15 ambientes contam a história do livro e do autor e reservam momentos de interação. No subsolo da Oca, há o mapa das viagens realizadas por Saint-Exupéry, inclusive ao Brasil, e a réplica de um avião, utilizado pelo escritor.

Também estará na mostra uma pulseira encontrada em uma rede, por um pescador marselhês, em 1988 - e que se transformaria no último vestígio que levou as autoridades ao local exato onde Saint-Exupéry desapareceu a bordo do P38, avião pilotado por ele, em missão durante a Segunda Guerra Mundial, em meados de 1944. Mas o ápice da exposição está na abóbada da Oca, transformada no espaço sideral. Lá, é possível subir no planeta do Pequeno Príncipe: o asteroide B612. As informações são do Jornal da Tarde.

O Pequeno Príncipe na Oca. De 22 de novembro a 20 de dezembro. Na Oca, no Parque do Ibirapuera: Av. Pedro Álvares Cabral, s/n. Tel. (011) 3034-6424. Terça a sexta, das 9h às 19h, finais de semana e feriados, das 10h às 20h. Ingresso: R$ 18.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.