Mostra Herança Compartilhada é atração do Cinesesc

"Se não abrirmos nossas casas, inclusive a casa mais íntima, que é a nossa alma, seremos todos homens de papelão." Assim falou o diretor italiano Ermanno Olmi sobre seu mais recente filme, Il Villaggio di Cartone (em tradução livre, Cidade de Papelão, ou de papel), de 2011.

AE, Agência Estado

14 de setembro de 2012 | 11h46

Não por acaso o longa é uma das atrações principais da mostra Herança Compartilhada, que começa nesta sexta-feira, 14, no Cinesesc e se estende até dia 19. É menos acaso ainda que a frase de Olmi seja uma das melhores formas de se definir a essência desta seleção de filmes e debates. O maior objetivo do evento é justamente abrir a casa e as discussões sobre a difícil experiência dos países que abrem suas portas para os imigrantes. Por consequência, também trata de quem deixa suas casas, e pátrias, em busca de um novo recomeço.

É disso que falam longas como o de Olmi, que já assinou clássicos do cinema como A Árvore dos Tamancos (Palma de Ouro no Festival de Cannes, 1978) e A Lenda do Santo Beberrão (Leão de Ouro no Festival de Veneza, 1988).

Na programação, o público terá acesso a seminário, mostra de filmes, exposição fotográfica, entre outras atividades. Além de Il Villaggio di Cartone, um grande destaque é o espanhol Balseros (2002), de Carlos Bosch e Josep Maria Domènech. O documentário retrata o trabalho realizado por uma equipe de TV da Catalunha que, durante o verão de 1994, filmou e entrevistou sete cubanos e suas famílias durante os dias em que preparavam a arriscada aventura de se lançar ao mar para alcançar a costa dos Estados Unidos.

Pouco tempo depois, os jornalistas localizaram, no acampamento de refugiados da base americana de Guantánamo, alguns dos fugitivos que foram resgatados nas costas dos EUA. Suas famílias permaneciam em Cuba sem notícias deles, a não ser por uma mulher que havia naufragado com sua balsa e foi obrigada a voltar para seu país natal. Balseros acompanha a saga destes expatriados em busca de suas cidades reais.

HERANÇA COMPARTILHADA - Cinesesc. Rua Augusta, 2.075, 3087-5000. Grátis. Até 20/9.

As informações são do jornal O Estado de S.Paulo.

Tudo o que sabemos sobre:
cinemaHerança Compartilhada

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.