Mostra de videopoesia no MIS

Um bom programa de fim de semana pode ser a mostra de videopoesia está sendo exibida até domingo no MIS, com sessões sempre das 18h às 20h, com curadoria de Enzo Minarelli e Philadelpho Menezes.Menezes, poeta, ensaísta, tradutor e professor da PUC, morto recentemente em acidente automobilístico, foi o idealizador do 1.º Ciclo Internacional de Poesia Sonora que durante este mês está acontecendo em São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Maceió (AL) e do qual faz parte a programação de videopoesia. MIS - Museu da Imagem e do Som. Avenida Europa, 158, Jardim Europa. Tel.: (0XX11) 881-4417 e 852-9197. Na sala Multimídia Sony (70 lugares) Poème NumeriquesAkenaton. Haia, 1997, 4min., cor. Videopoesia produzida em computador com função muitas vezes didáticas, exibe relações entre palavra e imagem. Pharmacia Poetica Anna Homler. Los Angeles, 1992, 5 min., cor. Um poema sonoro dirige as seqüências de imagem do videopoema. Também exibe videoperformance do artista em Los Angeles. Russian Folk Noism Fables Dimitry Bulatov. Kaliningrado, 1995, 4 min., cor. Raro exemplo de videopoema do leste europeu, com influência do Zaum. Con Sonanti Enzo Minarelli. Ferrara, 1995, 5 min., cor. Exemplo da polipoesia, segundo teoria do próprio autor. Fusão de ritmo sonoro com ritmo visual, se afastando da poesia visual em vídeo. Aushwitz Fabio Doctorovich. Buenos Aires, 1997, 2 min., cor. Elaborada em computador, com base em forte presença de aspectos sonoros. Tirado um Hueso Javier Robledo. Buenos Aires, 2000, 4 min., cor. Poema discursivo em que imagens se misturam a elementos de estranhamento do texto. Música de CámaraJuan José Diaz Infante. Cidade do México, 1994, 5 min., cor. Trecho de um vídeo em homenagem à obra do poeta experimental mexicano Angel Cosmos, onde se misturam videoarte com inserção de signos verbais (orais e visuais). Tvi (a video/poetry book)Mark Sutherland. Toronto, 1994, 5 min., cor. Trecho de trabalhos de videoarte com forte presença de humor, fundados no diálogo de sons vocais, palavras e letras. Nomes Impróprios Philadelpho Menezes. São Paulo, 1999, 2 min., cor. Poema sonoro sobre nomes de crescente dificuldade de pronuncia que geram deformações em rostos de pessoas. Canto dos Adolescentes Philadelpho Menezes. São Paulo, 1997, 3 min., cor. Conversa de duas adolescentes feita de diferentes entonações de palavras repetidas e faladas ao mesmo tempo. Cristo y Tres Tiros Xavier Sabater. Barcelona, 1992, 5 min., cor. Espécie de videoclipe poético baseado na narratividade de uma história linear.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.