Mostra de dança reúne grupos de vários Estados

O teatro Popular do Sesi dá inícioà segunda edição do Panorama Sesi de Dança, com a presença degrupos de outros Estados como a Cia. de Danças de Caxias do Sule o Quasar. Este ano, a curadoria foi assinada pela bailarina ecoreógrafa Susana Yamauchi que buscou a diversidade de trabalhose companhias, que se apresentam gratuitamente até o dia 24."Este é um festival que ainda está engatinhando. Nãopretendemos fazer algo de vanguarda, ou lançar nomes no mercado,e sim apresentar ao público de São Paulo aquilo que é produzidocom qualidade e que não tem espaço para ser mostrado", comentaa curadora. O critério adotado por Susana foi a presença degrupos conhecidos e jovens artistas, que exibirão uma gamavariada de movimentos e tendências.Quanto às coreografias, foram escolhidas aquelas queforam consideradas as mais representativas de cada companhia."Minha atenção está nos trabalhos que evidenciam ascaracterísticas de cada artista para que a platéia possa ter umanoção de estilo", diz. Por essa razão alguns trabalhos não sãorecentes, como Lar, Doce Lar da Wlap, mas considerado umadas obras mais importantes do grupo que possui uma linguagemprópria e irreverente.Outro cuidado tomado pela curadoria foi fazer umaprogramação que auxilie na formação de platéias. "A produção dedança brasileira é grande e praticamente inédita. Abrimos asportas às companhias, mas principalmente para o público, queterá a oportunidade de conhecer uma nova linguagem e seacostumar com ela", observa. O Panorama chega ao segundo anocom o propósito de integrar a agenda da cidade, e a suacontinuidade é importante para a popularização da dança.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.