Mostra de aquarelas feitas por estudantes

A terceira turma de pós-graduação em Artes Plásticas com especialização em aquarela da Faculdade Santa Marcelina apresenta a partir dessa quinta-feira uma amostra do que pode se configurar como o cenário desse tipo de pintura na cidade. Treze Olhares reúne obras resultantes de dois anos de pesquisa de alunos do curso. São trabalhos que abordam a aquarela dentro da tradição da linguagem ou em discussões sobre novas possibilidades dentro do pensamento contemporâneo.Iole Di Natali, professora do curso e organizadora da exposição, observa que, em comum, as obras que serão mostradas até 20 de outubro no prédio da faculdade trazem uma espécie de narrativa pessoal de cada aluno. "Os trabalhos testemunham, antes de mais nada, a experiência particular de cada um dos 13 artistas", observa ela, que orientou meia dúzia deles. "O que podemos ver são vivências pessoais ligadas não apenas à aquarela mas também a suas vidas", continua.Por isso, quem espera encontrar apenas paisagens e retratos na exposição irá surpreender-se com trabalhos do teor dos de Nilmar Silveira, em que as pinturas são apresentadas dentro de garrafas de vidro, que serão lançadas ao mar depois da exposição. Ou ainda com a atuação gráfica de Lúcia Castanho, que fala da aquarela por meio de desenhos feitos de arame. A exposição também tem trabalhos de Kika Levy, Circe Andrade, Marly Cincotto, Cristina Burger, Maria de Fátima Lourenço, Elisabeth Machado, Maria Goreti Vanini, Marilu Queiroz, Paula Motta, Renata Kurachi e Romilda Fonseca, orientados também por Ermelindo Nardim e Ricardo Hage.Treze Olhares. De segunda a quinta, das 8 às 21 horas; sexta, até às 18 horas. Faculdade Santa Marcelina. Rua Dr. Emílio Ribas, 89, tel. 826-9700. Até 20/10. Abertura, nessa quinta-feira, às 19 horas. Patrocínio: Michelangelo, Unigraph, Banespa, Sampgraf e Tejofran.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.