MorumbiFashion, mais internacional do que nunca

Começou às 16h desta quarta-feira a 9ª edição do MorumbiFashion Brasil, evento que lançará a moda Primavera/Verão 2000-2001 e irá até dia 4 de julho. Nas dependências do Shopping Morumbi, em São Paulo, numa área de 14 mil metros quadrados, acontecerão 26 desfiles com revezamento de quatro grandes salas, três delas com capacidade para 1,3 mil lugares, e outra de 750. Com investimento de 3,6 milhões, a semana mobiliza cerca de mil pessoas e espera atender a um público de oito mil pessoas por dia, totalizando cerca de 50 mil convidados. Um monte de estilistas estrangeirosE como o Brasil está na moda, com nossas beldades fazendo sucesso no exterior, o evento cresceu e tomou maiores proporções. Para acrescentar ao calendário, esta edição contará com um dia inteiro dedicado à moda masculina, com participação de Alexandre Herchcovitch, Fause Haten, Ellus e Ricardo Almeida, e outro dia para moda de praia, com desfiles das grifes Rosa Chá, Rygy, Cia. Marítima e Blue Man. À diferença das edições anteriores, desta vez o MorumbiFashion ganha ares internacionais e coloca um pé no circuito da moda mundial. É que vários profissionais do exterior confirmaram presença no evento. Entre eles estão Michael Roberts, da New Yorker, Katy Grand, da revista The Face, Stephen Gan, da Visionaire, Karl Plewka, da Interview, e a consultora inglesa Isabella Blow, do The Sunday, que na última temporada veio para conferir os lançamentos, se apaixonou pela moda brasileira e divulgou o Brasil para o mundo. O chapeleiro irlandês Philip Treacy, que trabalha há dez anos para Karl Lagerfeld e a estilista inglesa Deborah Milner também estarão presentes. Famosos e globaisO maior interesse da mídia internacional é conferir nossa moda praia, que promete ser um dos destaques. A grife Rygy que apresenta pela primeira vez sua coleção de bíquinis e maiôs nas passarelas do Morumbi, incrementa seu casting com o ator Reynaldo Gianecchini, o par romântico de Vera Fisher na novela Laços de Família. O ex- modelo deverá desfilar as sungas masculinas da grife. No rol dos famosos também participará do desfile de Lino Villaventura, a apresentadora Xuxa, que requisitou um camarim particular onde instalará sua filha Sasha, uma babá, uma cozinheira e Marlene Mattos. O modelo Paulo Zulu, que provocou o delírio da platéia feminina no último desfile de Ricardo Almeida e agora virou celebridade através da Globo, também participa. Mas desta vez com um cachê mais gordo, comenta-se que de R$ 40 mil por desfile. Bündchen por menos do que Zulu?!E por falar em quantias astronômicas a top gaúcha Gisele Bündchen desfila para a M. Officer por R$ 30 mil. A grife de Carlos Miele promete mexer com os ânimos da platéia. Conhecida por suas performances e por trabalhar com o binômio moda/arte, a M. Officer traz, desta vez, ninguém menos do que os irmãos Campana. Duas peças dos designers estarão expostas: uma cadeira carretel, que pode trocar de tecido em sua armação, e um cabide/escultura, os primeiros móveis da dupla a serem fabricados no País. Tudo isso, será regado pelo som do músico Carlinhos Brown, que utilizará instrumentos criados por ele e apresentará composições novas durante o desfile. A garota do outdoor da grife, Ana Cláudia Mischels, a nova sensação entre as modelos (faz 20 dos 28 desfiles), e a número um Gisele Bündchen exibirão seus corpos longínquos durante a performance. Brasileiras milMas não são apenas essas brasileiras que confirmaram presença no evento: as modelos Mariana Weickert, Isabeli Fontana, Talytha, Caroline Ribeiro, Alessandra Ambrosio e Adriana Lima, também com projeção internacional, desfilam para o MorumbiFashion. Entre outras novidades e novos intercâmbios entre o Brasil e o exterior, estão Alexandre Herchcovitch e Icarius, estilista da Ellus - os primeiros brasileiros a participar da semana do prêt-à-porter de Paris. Os estilistas guardam a sete chaves as coleções, que posteriormente seguem para a capital da moda. Paralelamente aos desfiles, estará acontecendo uma exposição intitulada Crystal Couture, com peças assinadas e desenvolvidas com cristais Swarovski por nomes renomados como Versace, Celine, Dolce & Gabbana, Alexander MacQueen, Thierry Mugler e apenas quatro brasileiros, Lino Villaventura, Fause Haten, Alexandre Herchcovitch e Walter Rodrigues. Outra exposição de fotos, de Claudio Elizabetsky e Fernando Lazio, sobre o mundo fashion fará parte das atrações. A ambientação do evento, um pouco labiríntica e tão criticada na última edição, parece que ganha novos contornos com a idealização de Marcelo Roseumbaum. Agora é conferir o que estará nas vitrines de todo o País na Primavera/Verão 2000-2001.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.