Morte do ator Heath Ledger choca a Austrália

Causa da morte será investigada, mas suspeita-se que Heath tenha sido vítima de uma overdose de remédios

Michael Perry, REUTERS

23 Janeiro 2008 | 08h56

Os australianos reagiram com choque na quarta-feira, 23, à notícia da morte do ator Heath Ledger, encontrado num apartamento em Nova York, provavelmente vítima de uma overdose de remédios - embora a família tenha atribuído a morte a um acidente.       Veja também:   Ator Heath Ledger é encontrado morto em NY Família diz que morte foi acidental Galeria de fotos  Ledger, 28, aclamado por sua interpretação de um caubói gay em O Segredo de Brokeback Mountain, foi achado morto por uma empregada, ao pé da sua cama, cercado por pílulas. Uma autópsia será realizada. "Nós, da família de Heath, podemos confirmar o falecimento muito trágico, extemporâneo e acidental de nosso adorado filho, irmão e pai amoroso de Matilda", disse o pai do ator, Kim, lendo nota em frente à casa da família em Perth (oeste). A mãe, Sally, e a irmã, Kate, também estavam na casa e pediram privacidade no seu luto. "Gostaríamos de agradecer nossos amigos e todo mundo afora por seus votos e pensamentos gentis neste momento", disse Kim Ledger. "Heath tocou tanta gente em tantos níveis diferentes durante sua curta vida que poucos tiveram o prazer de realmente conhecê-lo", acrescentou o pai. Vizinhos e admiradores deixaram flores e cartões em frente à casa, da qual Heath retornara há pouco tempo. "Que terrível tragédia. Meu coração está com a família", disse a atriz Nicole Kidman, também australiana. No ano passado, soube-se que o ator havia se separado da namorada, Michelle Williams, que havia interpretado a mulher dele em Brokeback e, na vida real, é mãe da pequena Matilda. Ledger foi achado às 15h26 de terça-feira (18h26, horário de Brasília), por uma empregada que tentou acordá-lo para uma sessão de massagem. O primeiro-ministro australiano, Kevin Rudd, disse que o país perdeu um de seus melhores atores na flor da idade. "Os papéis diversos e desafiadores de Heath Ledger serão lembrados como alguns dos grandes desempenhos de um ator australiano", afirmou Rudd em nota. Ledger era um dos integrantes mais jovens da "máfia australiana de Hollywood", como batizou a imprensa local. Kidman, Russell Crowe, Naomi Watts e Hugh Jackman também fazem parte desse "clube". Entre os filmes feitos por ele se destacam também O Patriota, A Última Ceia, Os Irmãos Grimm e Casanova. Atualmente, podia ser visto em Não Estou Lá, em que é um dos vários atores que representam o cantor Bob Dylan. Ele deixa pronta sua participação no novo filme do personagem Batman, no papel do vilão Coringa.

Mais conteúdo sobre:
GENTE LEDGER AUSTRALIA

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.