Morte de José Wilker emociona amigos e familiares

'Me sinto hoje viúva, inúmeros personagens que fiz com ele estão viúvas também', diz Betty Faria

05 de abril de 2014 | 16h22

Isabel Wilker, filha

Só tenho amor, muito amor, e agora saudades, sempre. Obrigada a todos pelo carinho.

Jô Soares, apresentador, via Globonews

Era uma pessoa muito ligada comigo. Uma pessoa que eu conhecia desde sempre, há mais de 40 anos. A gente tinha o mesmo senso de humor, de abordagem das coisas. Era extremamente culto, generoso, dedicado ao trabalho. Ontem ou anteontem, não me lembro bem, fiquei falando horas ao telefone com ele, falamos que a gente precisava se ver, marcando encontros. A morte sempre pega de surpresa, mas essa me pegou mais profundamente ainda. É uma coisa inimaginável. 

Betty Faria, atriz, via Globonews

Fizemos teatro, TV, filmes juntos, passamos muitas coisas, engraçadas, difíceis, foi meu companheiro de uma vida toda. O Hugo Carvana tinha projeto de filme em que eu seria mulher dele. Me sinto hoje viúva, inúmeros personagens que fiz com ele estão viúvas também. Fica uma saudade enorme, um buraco na minha vida.

Bárbara Paz, atriz, via Globonews

O Wilker era grande autor, diretor, fora que era um parceiro maravilhoso de cena. Estava sempre fazendo um piada. Ele foi muito fundamental na minha vida como ser humano. Era um garoto, muito novo, é triste saber que ele se foi tão rapidamente.

Rosamaria Murtinho, atriz, via Globonews.

A gente perdeu o Paulo Goulart, agora o Wilker. Há um dito que diz que 'quando morre um artista, morrem três'. Espero que esse dito não seja verdadeiro.

Marcelo Medici, ator, via Facebook

Zé Wilker, seu grande talento, seu bom gosto, sua inteligência e sua fina ironia farão muita falta

Eva Wilma, atriz, via Globonews

Tive o privilégio, a alegria de ter sido dirigida por ele, em 'Querida Mamãe. Quando nós começamos aquele trabalho, ele disse: vocês já estão prontas - éramos eu e eliane giardini. Mas, mesmo assim, fez marcação. No segundo dia, jogou um monte de livros sobre a mesa e disse para a gente escolher, eram cheios de poesia. Ele fica para sempre nos nossos corações e nossas memórias. O que dói é que ele tinha muitos projetos. Eu não diria pra ele adeus, mas até breve

Dennis Carvalho, diretor, via Globonews

É um dia muito triste para todos nós, porque o Wilker era mutio parceiro. Gostava muito de cinema, era um crítico de cinema inteligentíssimo

Wolf Maia, diretor, via Globonews

Ele foi um dos homens mais importantes do teatro, TV e cinema. Perdemos um ícone tão importante de hoje e do futuro. Ele sempre foi divertido, agradável. Era um grande amigo.

Renata Sorrah, atriz, via Globonews

É difícil acreditar, era um cara tão solar, tão da vida. Foi o ator com quem mais trabalhei junto. Um homem de teatro, TV, cinema. Um ótimo amigo, ótimo pai.

Guilherme Arantes, músico, via Facebook

Wilker, um mestre do teatro, da TV e do Cinema ! Minhas homenagens, minha gratidão pelo destino ter feito uma musica minha marcar sua carreira e sua vida ( Meu Mundo e Nada Mais, tema do Rodrigo vivido por Wilker em Anjo Mau ) Sua interpretação incrivel em Bye Bye Brasil, em Dona Flor, em tantas obras de qualidade. Um debatedor nato da condição humana, da situação social, um carisma inesquecível. Toda uma geração de muito valor, muita luta, essa nossa geração que chega à maturidade e cumpriu seu quinhão na Terra. Viva Wilker ! um mestre.

Arlete Salles, atriz, via GloboNews

Sempre vou me lembrar do Wilker com sorriso no rosto. Era um homem apaixonado pela vida, pelo que fazia. E um trabalho a ser admirados.

Antônio Calonni, ator, via GloboNews

Wilker é ganho eterno, jamais será uma perda. Tive prazer imenso de fazer 2 trabalhos com ele, salvador da pátria e Jk. ele era um cara inteligentíssimo. E apesar da tristeza, isso faz parte do show.

Sonia Braga, atriz

Conheci o Wilker quando fui para o Rio com a peça Hair, em 1969, e me apaixonei loucamente por aquela pessoa linda. E por toda a minha vida continuei o amando intensa e platonicamente. Wilker sempre foi e continuará sendo um dos meus melhores e mais queridos amigos. Queria mandar um grande beijo para suas filhas e sua família.

Cacá Diegues

A ficha ainda não caiu ainda. Para mim é uma grande surpresa saber que ele morreu do coração. Ele sempre foi um homem de muita saúde. Nos conhecemos há tanto tempo. Ele fez Chica da Silva comigo, em 1975. Desde então fizemos juntos seis filmes. Produzi o Giovanni Improta, o filme que ele dirigiu. Nos tornamos amigos dentro e fora do set. Nossa amizade foi fundada com base no amor ao cinema. Ele tinha muita cultura cinematográfica. Conhecia e via muitos filmes. Era um amigo fiel, solidário, inteligente. Colaborou muito comigo, criávamos juntos. Vou sentir muita falta. Ele morreu mas sua obra e seu trabalho ficam. É para sempre. É um orgulho para nós, para o Brasil.

Geraldo Alckmin, Governador do Estado de São Paulo

Com a morte de José Wilker nesta manhã, o Brasil perde um dos artistas mais talentosos e atuantes da televisão, do teatro e do cinema brasileiros. Ator, diretor, produtor, comentarista e escritor, José Wilker agraciou os brasileiros com sua arte e será sempre lembrado pelos seus personagens inesquecíveis. Os mais sinceros sentimentos à família.

Gilberto Braga, novelista

Wilker vai fazer muita falta, era um grande ator. Ele fez minha primeira novela e brigamos. Anos depois, fizemos as pazes e ele fez Brilhante. Mais tarde, fez Anos Rebeldes maravilhosamente.

Sonia Braga, atriz

Conheci o Wilker quando fui para o Rio com a peça Hair, em 1969, e me apaixonei loucamente por aquela pessoa linda. E por toda a minha vida continuei o amando intensa e platonicamente. Wilker sempre foi e continuará sendo um dos meus melhores e mais queridos amigos.Queria mandar um grande beijo para suas filhas e sua família.

Vicente Amori, cineasta

Triste e inesperado. Lord Cigano se foi. "Para Vigo me voy"

Tudo o que sabemos sobre:
José Wilker

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.