Morte de Anna Nicole pode ter conexão com a de seu filho

A morte "acidental" da ex-coelhinha da Playboy Anna Nicole Smith por causa de uma overdose de medicamentos revela um trágico paralelismo com a de seu filho, Daniel Wayne Smith, de 20 anos, que morreu em decorrência de uma combinação letal de metadona e dois medicamentos contra depressão. Surgem então teorias sobre uma possível conexão entre as duas mortes.Uma investigação sobre a morte do filho da modelo começou nesta terça, 27, nas Bahamas, onde um júri determinará se o falecimento deve ser considerado um acidente, um suicídio ou um homicídio. Daniel morreu em setembro do ano passado. Nicole, em 8 de fevereiro. Daniel morreu três dias após o nascimento de sua irmã. O jovem tinha ido à ilha conhecer a recém-nascida, Dannielynn, e amanheceu morto sentado em um sofá no quarto no qual sua mãe se recuperava do parto. Segundo o relatório oficial, Anna Nicole o viu dormido e ao tentar despertá-lo, pediu ajuda ao ver que ele não reagia. A investigação da morte do jovem começou um dia após o médicolegista Joshua Perper, do condado de Broward, ao norte de Miami,divulgar os resultados da autópsia de Anna Nicole. Ela foi encontrada inconsciente no hotel Hard Rock, onde estava hospedada nas cercanias de Miami e morreu no hospital.A voluptuosa loira, que tinha Marilyn Monroe como ídolo, teve fim semelhante ao da lendária atriz. Autópsia de Anna NicoleSegundo o médico-legista Joshua Perper, que fez a necropsia no corpo da modelo, Anna Nicole perdeu a vida devido a uma "intoxicação" provocada por uma "combinação de remédios". Ela teria tomado um remédio para dormir além de oito medicamentos.Perper deu detalhes da extensa lista de substâncias que as análises de patologia, toxicologia e doenças infecciosas tinham detectado no organismo da modelo.Segundo o médico-legista, dias antes de sua morte, Anna Nicole tinha ingerido metadona, pílulas para emagrecer e remédios antidepressivos e contra a ansiedade, assim como relaxantes musculares.Além disso, tinha recebido uma injeção de hormônio para o crescimento.A necropsia revelou ainda a presença de antibióticos contra um processo gripal e de cloridrato (um tipo de substância supostamente utilizada para sedação).Perper concluiu que a morte de Anna Nicole Smith, de 39 anos, foi provocada pela interação do cloridrato com outros remédios. Ele descartou indícios de um suposto homicídio ou suicídio.Tatuagens e cicatrizesA modelo tinha "múltiplas cicatrizes e tatuagens" no corpo, segundo constatou a autópsia. Tatuou lábios vermelhos na parte baixa direita do abdome, duas cerejas do lado direito de sua pélvis e do lado esquerdo, o coelhinho símbolo da Playboy, além das palavras "Daniel" e "Papas".Em sua perna direita, tinha uma tatuagem que era uma mistura do rosto de Cristo com o da virgem de Guadalupe do México, a Bíblia, o torso nu de uma mulher, o rosto sorridente da atriz Marilyn Monroe, uma cruz, um coração e chamas de fogo.Uma sereia sobre uma cama de flores sob uns lábios foram tatuados na parte baixa das costas.Tinha ainda várias cicatrizes indicando implante de seios, outras abaixo do umbigo e em ambos os glúteos foram encontradas pequenas cicatrizes,O último companheiroHoward K. Stern, advogado e último companheiro de Anna Nicole, classificou a morte da ex-modelo como "um trágico, horrível e terrível acidente".Sua advogada, Lilly Ann Sánchez, leu um comunicado de Stern horas depois da divulgação dos resultados da necropsia."Ele perdeu a pessoa mais importante de sua vida e está profundamente triste", disse Sánchez.Virgie Arthur, mãe da ex-coelhinha da Playboy, afirmou queespera que seja "feita justiça" com seu neto e sua filha.A paternidade da filhaA filha de Anna Nicole, Dannielynn, que tem seis meses, é protagonista de uma batalha legal por sua paternidade. Howard K.Stern, que era o companheiro da modelo, aparece na certidão de nascimento como o pai da menina, mas o ex-namorado Larry Birkhead, fotógrafo e jornalista, entrou na Justiça para provar que é seu verdadeiro pai. Dannielynn é a única herdeira da mãe, que tinha 26 anos quando casou com J. Howard Marshall, de 89 anos, um magnata do petróleo do Texas. Marshall morreu em 1995, 14 meses após o casamento. Em 2002, Anna conseguiu na Justiça de Houston o direito a receber US$ 88 milhões (US$ 44,2 milhões em compensação e a mesma quantia em ?punição?) no processo que movia por calúnia e difamação contra Pierce. Mas, a coelhinha recusou a decisão, alegando ainda ter direito a receber mais US$ 30 milhões da fortuna.A herança de Smith pode acabar valendo milhões de dólares se seus herdeiros vencerem uma batalha legal em torno da herança do falecido marido da modelo.O juiz Larry Seidlin, do Condado de Broward, decidiu que a filha de Anna Nicole é sua herdeira legal e seu advogado Richard Milstein, de Miami, foi nomeado guardião de Dannielynn para proteger os direitos do bebê durante os procedimentos judiciais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.