Morre Wolfgang Wagner, ex-diretor de Bayreuth

Morreu no domingo, aos 90 anos, Wolfgang Wagner, neto de Richard Wagner e ex-diretor do festival dedicado anualmente à obra do compositor em Bayreuth, no norte da Alemanha. Wagner assumiu o evento em 1951 e, ao lado de seu irmão, Wieland, foi responsável pela reestruturação do festival depois da 2ª Guerra Mundial. A falta de verbas fez com que os dois criassem produções minimalistas, que apostavam no talento dos cantores e em efeitos de iluminação. Essas produções marcaram durante décadas o caráter de montagens de óperas de Wagner em todo o mundo. No início dos anos 2000, começou a ser articulada a sua saída do comando de Bayreuth. Ele tentou colocar no posto sua mulher, mas, após muitas negociações que chegaram às manchetes da imprensa alemã, Wagner foi substituído por duas das bisnetas do compositor, Katharina e Eva Wagner-Pasquier. A família não divulgou a causa da morte e disse apenas que ele morreu "placidamente".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.